Saúde

Há mais 234 mortes e 13.987 infetados pelo novo coronavírus em Portugal

O mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde mostra que nunca houve tantos doentes internados e em cuidados intensivos.
Portugal enfrenta a pior fase da pandemia até agora.

O novo boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que os números da pandemia de Covid-19 em Portugal continuam numa tendência crescente. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 13.987 infetados pelo novo coronavírus no nosso País. Além disso, confirmam-se 234 mortes provocadas pela doença.

Desde o início da pandemia, segundo o relatório divulgado esta sexta-feira, 22 de janeiro, o número total de casos confirmados é de 609.136. Ao todo, registaram-se 9.920 vítimas mortais por complicações causadas pela Covid-19. Há, neste momento, 157.660 casos ativos da doença em Portugal — mais 6.434 comparativamente com o dia anterior.

É na região norte que se verifica o maior número de casos acumulados, com 275.164 (mais 4.270 infetados), seguida de Lisboa e Vale do Tejo, com 208.695 (mais 5.983). O centro do País regista 84.162 (mais 2.670) e o Alentejo chega aos 20.721 (mais 491 casos), enquanto o Algarve tem 14.170 (mais 459). Nas regiões autónomas, o boletim diário refere que os Açores têm um total de 3.146 (mais 30 infetados) e na Madeira existem 23.078 (mais 84).

Os dados da DGS revelam também que existem, até à data, 5.779 pessoas internadas em hospitais — mais 149 em comparação com o dia anterior — e 715 pacientes em unidades de cuidados intensivos, o que significa mais 13 doentes. Já o número de pessoas recuperadas da doença aumentou para 441.556 — são mais 7.319 do que no dia anterior.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de dois milhões de mortos resultantes de mais de 97,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT