Saúde

Há mais de um mês que não se registavam tantos casos de Covid-19 em Portugal

Ministra admite que números mostram “fragilidade” das “conquistas” já alcançadas mas salienta que pode haver explicação.
Novo confinamento fora dos planos.

O boletim da Direção-Geral da Saúde desta quarta-feira, 26 de agosto, deu conta de mais 362 casos de Covid-19 em Portugal. É preciso recuar até ao passado dia 15 de julho para encontrar um número superior (373).

A região de Lisboa e Vale do Tejo, com 214 novos casos, representa 59 por cento dos casos registados nas últimas 24 horas, o valor mais alto desde 24 de julho. Na região norte, onde se registaram 109 novos casos, é preciso recuar até maio, altura em que era a região mais afetada do País.

Recorde-se que os dados revelados na terça-feira revelavam 192 casos registados nas 24 horas anteriores. A evolução de ontem para o dia de hoje foi assim de 88,5 por cento. O boletim de hoje deu ainda conta de mais duas mortes, ambas na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Na conferência de imprensa desta tarde, a ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu que é um “número acima dos dos últimos dias” e que mostra a “fragilidade” das “nossas conquistas”. A governante salienta que este número de hoje poderá ser explicado pelo atraso de dados, nomeadamente no dia anterior, algo que a ministra espera ver esbatido em breve.

Ainda na conferência de imprensa, a ministra falou do índice de transmissibilidade (Rt), critério que tem sido usado para perceber a evolução da pandemia. O Rt é agora de 1 para os dias entre 17 e 21 de agosto, o que significa “um ligeiro decréscimo” face ao valor anterior apresentado.

“Estamos, para estes dias, de 17 a 21 de agosto, com 237 novos casos por dia”, afirmou. Trata-se de “uma trajetória de crescimento que foi interrompida no início de agosto e que está agora numa tendência constante”.

O número total de casos confirmados em Portugal desde o início da pandemia é agora de 56.274. Há ainda um total de 1.807 óbitos a registar na sequência de complicações causadas pela Covid-19.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT