Saúde

Infarmed manda retirar do mercado medicamento utilizado por doentes de Parkinson

O fármaco Rasagilina toLife, da empresa Towa Pharmaceutical, tem uma impureza acima do limite definido pela autoridade nacional.
A sua comercialização foi suspensa.

O Infarmed mandou retirar esta terça-feira, 22 de novembro, um lote do medicamente Rasagilina toLife, usado no tratamento da doença de Parkinson. No fármaco detetaram uma impureza acima do limite estipulado. Por isso mesmo, a empresa Towa Pharmaceutical vai ter de recolher o lote N.º T002, com a validade de novembro de 2024.

O medicamento é um comprimido de um miligrama e tem os números de registo 5664750 e 5664768, informa a autoridade nacional no seu site. A comercialização do fármaco foi suspensa imediatamente e todas as entidades que possuam este lote em stock devem parar imediatamente de comercializá-lo.

Todos aqueles que o estiverem a utilizar não devem, contudo, parar o tratamento e “logo que possível devem contactar o médico para substituir por outro lote ou um medicamento alternativo”, informa o Infarmed.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT