Saúde

Investigadores brasileiros inventam tecido que elimina o novo coronavírus

Um estudo revelou que precisa apenas dois minutos para eliminar 99,9 por cento dos vestígios do vírus.
Não é magia, mas parece.

Prata, é essa a arma secreta do tecido criado por investigadores brasileiros que garantem que elimina 99,9 por cento do vírus. E só precisa de dois minutos para o fazer, o que torna o tecido tremendamente útil para profissionais de saúde, mas também para ser usado em máscaras.

No tecido composto por poliéster e algodão, são acrescentados dois tipos de micropartículas de prata, que são essenciais na eliminação do vírus. Para chegar a esta conclusão, foi levado a cabo um estudo pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, a par da Universitat Jaume I, em Espanha. Em conjunto com os investigadores trabalhou a Nanox, uma startup de produção de tecidos, que está a tentar patentear a tecnologia.

O tecido foi testado com amostras do SARS-CoV-2 cultivadas em laboratório. As análises concluíram que 99,9 por cento dos vestígios do vírus eram eliminados. E se isso acontece em concentrações tão altas, mais eficaz será em amostras mais pequenas, como acontece nos contactos do dia a dia.

“A quantidade de vírus que colocamos nos tubos em contacto com o tecido é muito superior à que uma máscara de proteção é exposta e, mesmo assim, o material foi capaz de eliminar o vírus com essa eficácia”, revela um dos investigadores à “Globo”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT