Saúde

Isolamento de infetados com Covid-19 passa a ser de 5 dias em Portugal

O certificado digital também deixará de ser exigido à entrada no País. As medidas refletem a redução significativa dos casos.
A última redução tinha sido feita em janeiro.

O Conselho de Ministros decidiu esta quinta-feira, 30 de junho, que o período de isolamento dos doentes com Covid-19 vai passar de sete para cinco dias. A informação foi divulgada pela Ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

A governante sublinhou que a decisão foi tomada após uma proposta técnica feita pela Direção-Geral de Saúde (DGS), que teve por base uma avaliação da variante que tem provocado os casos mais recentes. Foi ainda considerada uma comparação internacional sobre o número de dias exigido atualmente por outros países no que toca ao período de isolamento. “A situação da evolução da pandemia é de redução significativa dos casos, ainda que o número de óbitos se mantenha elevado e acima do limite que apresentámos”, explicou Mariana Viera da Silva.

Outra das decisões deste Conselho de Ministros foi que deixará de ser exigido o certificado digital Covid-19 à entrada em Portugal. Todas as outras medidas relacionadas com a pandemia permanecem inalteradas, com o Governo a renovar o regime de alerta até ao final de Julho. Isto inclui a medida do uso obrigatório de máscara nos transportes públicos e nos espaços de saúde.

A ministra sublinhou que a pandemia não acabou, e que apesar de a necessidade de medidas restritivas não ser significativa, “ainda assim é natural que o próximo outono e inverno sejam de não normalidade e de presença forte da Covid-19”.

Esta redução do período de isolamento para pessoas infetadas com Covid-19 acontece cinco meses após a última alteração a este regime: no início de Janeiro, o período de isolamento para pessoas assintomáticas foi reduzido de dez para sete dias.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT