Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

Saúde

Já se sabe quem são os primeiros portugueses a receber a vacina contra a Covid-19

A equipa que está a criar o plano nacional já definiu os grupos prioritários.
Ainda não foi aprovado.

Há várias vacinas contra a Covid-19 a serem desenvolvidas um pouco por todo o mundo, umas mais mais avançadas do que outras. Embora ainda nenhuma tenha sido aprovada, os países estão a antecipar-se e a criar um plano nacional de vacinação, como é o caso de Portugal.

O jornal “Público” avançou ao final da noite desta quarta-feira, 26 de novembro, que já foram definidos quais serão os primeiros grupos a receber a vacina contra a doença, assim que ela ficar disponível.

O plano, que aguarda aprovação, define as pessoas entre os 50 e os 75 anos com doenças graves — o que inclui insuficiência cardíaca, respiratória e renal —, assim como utentes de lares e profissionais de saúde destacados para prestar cuidados como os grupos no topo das prioridades, perfazendo um total de 750 mil pessoas a vacinar.

Na lista de grupos prioritários seguem-se 45 mil elementos das forças de segurança e da proteção civil, bem como doentes crónicos entre os 50 e os 75 anos — o que inclui diabetes ou cancro —, sendo assim mais três milhões a precisar de vacinas prioritárias.

Ao contrário do que se esperava, só depois vêm os idosos com mais de 65 anos, que foram considerados de menor prioridade. Esta decisão terá sido tomada dado que ainda não há consenso científico quanto à eficácia das vacinas neste grupo. Segundo o jornal “Expresso”, colocar este grupo para o “fim da fila” terá feito com que alguns especialistas fossem contra o plano de vacinação.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT