Saúde

Joe Biden: “A pandemia acabou” e “toda a gente parece estar em muito boa forma”

O presidente dos EUA fez a afirmação no programa "60 minutes" emitido no domingo, dia em que o país registou centenas de mortes.
O presidente dos EUA.

A pandemia que tem assolado o mundo nos últimos dois anos acabou, disse Joe Biden durante o programa “60 Minutes”, da CBS News, emitido este domingo, dia 18 de setembro. Questionado diretamente pelo jornalista Scott Perlman, o presidente dos Estados Unidos da América não hesitou e respondeu que a doença era uma coisa do passado. Contudo, logo de seguida acrescentou que a mesma ainda é motivo de preocupação.

“Ainda temos um problema com a Covid-19 e continuamos a trabalhar para a combater. Mas a pandemia acabou. Se repararmos, ninguém está a usar máscaras. Toda a gente parece estar em muito boa forma e, por isso, penso que está a mudar”, acrescentou.

As afirmações de Biden surgiram num momento em que os Estados Unidos continuam a registar centenas de mortes diárias relacionadas com a pandemia. E a sua própria administração procura obter mais 22,4 mil milhões de dólares — cerca de 22,3 mil milhões de euros —  do Congresso para continuar a financiar a luta contra o vírus SARS-CoV-2.

Será que continua a ser uma pandemia?

A Organização Mundial de Saúde define o termo como “uma epidemia de doença, ou outro estado de saúde, que ocorre numa área generalizada (múltiplos países ou continentes) e que afeta geralmente uma parte considerável da população”.

O número de novos casos diários atingiu um pico em janeiro em muitos países, incluindo nos EUA (806.987), França (366.554) e Índia (311.982), de acordo com o Our World in Data, uma organização internacional de recolha de dados. Percorremos um longo caminho desde então, mas continuam a ser diagnosticados milhares de casos diariamente. No passado sábado, 17 de setembro, registaram-se cerca de 493 mil novos infetados em todo o mundo.

De 16 de agosto a 17 de setembro foram contabilizados cerca de 19,4 milhões de casos a nível mundial, com alguns dos aumentos mais significativos a acontecerem no Japão (29 por cento) e Hong Kong (19 por cento). Os EUA tiveram um aumento de 3 por cento nos casos durante esse período, equivalente a 2,5 milhões de infetados.

Muitos países do mundo já aliviaram as restrições contra a Covid-19 deitando por terra a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos. Porém, a Organização Mundial de Saúde (OMS) ainda não declarou o fim da pandemia. Na passada quarta-feira, 14 de setembro, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS afirmou em conferência de imprensa, que “ainda não chegamos lá, mas o fim pode estar próximo”.

O programa “60 Minutos” faz parte da grelha da SIC Notícias. É emitido todos os sábados, com repetição aos domingos e terças-feiras.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT