Saúde

Mais de 4 mil mortos por Covid-19 num dia: Índia bate novo recorde

A situação está caótica no país, com a doença fora de controle e a vacinação a abrandar.
Situação não melhora.

São números que há alguns meses, mesmo já com muitas surpresas e aprendizagens da pandemia, pareciam impensáveis: mais de quatro mil mortes num dia. A Índia registou em 24 horas, 4.197 mortes e 401.078 casos de Covid-19, batendo o seu próprio recorde diário de vítimas e elevando o número total de casos para quase 21,9 milhões.

Com 4.197 mortos registados nas últimas 24 horas, a Índia mantém-se como o terceiro país como mais mortes acumuladas no mundo, atrás dos Estados Unidos e do Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde indiano e a contagem independente da Universidade norte-americana Johns Hopkins citada pela Lusa. 

Em termos de números totais, este recorde de vítimas fica apenas atrás da pior fase de dois países: os EUA, que em janeiro deste ano tiveram quatro dias com mais de quatro mil mortes diárias (o pior a 12 de janeiro, com 4.474) óbitos e o Brasil, que a 7 de abril teve pela primeira vez um dia com mais de quatro mil mortes no espaço de 24 horas.

A Índia, com 1,3 mil milhões de habitantes, atravessa uma segunda onda da doença, que sobrecarregou o sistema de saúde, com escassez de oxigénio e de camas. Alguns peritos consideraram que os números reais de óbitos e de casos podem ser muito mais elevados.

Mais de 40 países já começaram a enviar ajuda para a Índia para ajudar a combater a pandemia, incluindo ventiladores e equipamento médico, bem como geradores de oxigénio, cilindros, concentradores e reguladores.

Vários meios internacionais relatam uma situação caótica no país, numa altura em que também o ritmo de vacinação abrandou, por falta de meios dedicados a enfrentar a crise e escassez de vacinas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT