Saúde

Médicos criam grupo para tirar dúvidas sobre a Covid-19 no Facebook

Mais de 30 médicos usam o tempo livre para responder aos portugueses — e tentar desentupir a linha da Saúde 24.
Eles são mesmo os maiores

Em quatro dias, o grupo conseguiu juntar um número impressionante de pessoas. São, até ao momento, 29 mil que inundam o feed com dúvidas sobre riscos de infeção, sintomas e procedimentos, todos eles relacionados com o surto de Covid-19.

Do outro lado estão médicos com especialidades distintas, todos voluntários, que não se importam de tirar alguns minutos do seu dia para tentar ajudar outros portugueses, muitos com problemas de saúde ligeiros, mas que preferem encontrar alternativas à linha da Saúde24, quase sempre entupida e indisponível.

No “MÉDICOS PORTUGUESES disponíveis para Esclarecer Dúvidas Online” não são feitas consultas. Dão-se apenas pequenos conselhos e alguma segurança a portugueses que temem estar infetados ou que simplesmente estão preocupados com alguns sintomas que podem ou não indicar uma infeção. 

“Consultar à distância não substitui a consulta presencial, porque não consigo fazer o exame físico, tocar, auscultar. Não é o sistema ideal, é o possível. Diria que é mais uma consultadoria”, revela à “Lusa” João Moreira Pinto, um dos médicos que prestam ajuda no grupo.

Mais de três dezenas de profissionais estão atentos às questões que são colocadas a uma velocidade furiosa — contámos mais de 10 no espaço de uma hora. Felizmente, muitos dos comentários são também de outros clínicos que se dispõem a ajudar a responder ao fluxo de perguntas. 

A desinformação é assustadora e não admira que o SNS24 tenha ficado congestionado. Temos um problema grande, que se prende com o número de respostas dadas por não-profissionais de saúde, muitas vezes erradas, a aumentarem a confusão generalizada”, conta também à “Lusa” Manuel Neiva de Sousa, outro dos médicos do grupo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT