Saúde

Milhares de brasileiros enchem praias do Rio de Janeiro sem qualquer proteção

No início do verão, manteve-se a tradição, mesmo sob a ameaça mortal da pandemia que já matou mais de 24 mil pessoas.
Nem a pandemia parou a tradição

Sem máscaras em sem grandes preocupações. Foi dessa forma que os cariocas decidiram aproveitar o fim de semana nas praias mais concorridas da cidade, mesmo durante a pandemia.

A chegada do verão levou milhares de brasileiros a aglomerarem-se em Copacabana, Ipanema e Leblon, incumprindo todas as regras de higiene, segurança e de distanciamento. As imagens captadas no sábado e domingo não deixam dúvidas.

Viam-se poucas máscaras no areal

Apesar do Rio de Janeiro requerer o uso obrigatório de máscara em público, são poucos os que cumprem. Até esta segunda-feira, o país já havia registado mais de 406 mil casos de Covid-19, que resultaram em mais de 24 mil mortes. Só na segunda-feira, 21 de dezembro, foram contabilizados 706 óbitos.7

Nem as multas por violação das regras parecem motivar os brasileiros a tomarem precauções — desde 5 de junho que já foram emitidas mais de oito mil multas.

Entretanto, o presidente Jair Bolsonaro, que recusou tomar a mais recente vacina, continua a menorizar os perigos da pandemia e a alertar que o seu fim estará para breve, mesmo enquanto o Brasil regista máximos históricos de infeções e mortes pelo novo coronavírus.

Não há distanciamento possível nas areias

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT