Saúde

Mindfulness, a prática que ajudou Billie Eilish a lidar com o stress e a ansiedade

A artista revelou recentemente que esta prática a salvou de cair no abismo. A coach Marina Freitas explica os benefícios.

Billie Eilish revelou recentemente que a prática de mindfulness e de técnicas de meditação a ajudaram a ultrapassar alguns traumas. A fama espontânea e numa idade muito jovem teve um impacto negativo na sua saúde mental e foi no mindfullness que encontrou o caminho para se libertar da ansiedade e dos momentos mais difíceis. 

Segundo a especialista e coach da área Marina Freitas esta prática “é a consciência que emerge quando prestamos atenção ao momento presente, com curiosidade, bondade e sem julgamento. É ter plena consciência da realidade como ela é“. Mas mais do que uma prática, “é um verdadeiro um estilo de vida, e não apenas uma boa ideia, uma técnica inteligente ou uma moda passageira”, refere.

Estar atento é lidar com o único momento que podemos realmente influenciar — o agora. “A atenção plena pode tornar-nos mais conscientes e ajudar a aceitar o que está a acontecer na nossa vida. E, com isso, reduzir o stress, a ansiedade ou mesmo evitar a depressão”. Quem não precisa disto?

Aquilo que esta prática nos proporciona é muito importante e útil no dia a dia: sabermos gerir os nossos pensamentos e emoções, de forma a vermos com maior clareza aquilo que interessa e aquilo que não interessa.

A cantora contou como o mindfulness a ajudou.

A prática formal do mindfulness é a conhecida meditação, mas a atenção plena pode ser praticada de outras formas no nosso quotidiano. “Basicamente, em todas as ações em que nos dedicamos a prestar atenção”. Estes exercícios podem ser feitos ao acordar, a comer, a andar, no duche ou a praticar exercício físico. 

O mindfulness exerce uma influência poderosa sobre a saúde, o bem-estar e a felicidade, como atestam as evidências médicas e científicas. Porém, e por ser uma prática, “os benefícios apenas surgem se cultivarmos verdadeiramente o processo, que se desenrola e se aprofunda com o tempo”, diz a coach.

As terapias baseadas no mindfulness são “particularmente eficazes no tratamento de perturbações mentais, uma vez que treinam o paciente para se tornar mais consciente das suas crenças, motivações e atitudes que impulsionam os seus estados de espírito e padrões de comportamento”, explica Mariana. “Os praticantes desenvolvem a capacidade de permitir que emoções angustiantes, pensamentos e sentimentos entrem e saiam, sem serem obrigados a resistir-lhes ou a combatê-los.”

Billie Eilish começou a praticar mindfulness com a ajuda de uma aplicação de meditação, quando percebeu que tinha sérios problemas com o sono.  “Tinha muitos pesadelos terríveis”, disse. “Sentia uma estranha paralisia do sono, não conseguia dormir. Ia para a cama por volta das quatro da manhã e acordava à uma da tarde”. A cantora começou a fazer os exercícios da app “sempre que precisava de respirar e não pensar”. E a partir daí incluiu o mindfulness na sua vida, para se manter calma e atenta ao momento presente.

Um dos exercícios que Mariana Freitas recomenda para momentos de ansiedade é “concentrarem-se nas respirações durante 30 segundos, apenas para quebrar o padrão negativo”. Focar a atenção no ato de respirar significa “ancorar-nos no momento presente através da respiração, independentemente de onde estiver e o esteja a fazer”, refere.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT