Saúde

Morreram mais 291 pessoas com Covid-19 em Portugal. É o pior dia de sempre

Há mais 10.765 casos de Covid-19 no País segundo os dados desta terça-feira, dia 26 de janeiro. Em sentido oposto, há mais 13.728 recuperados.
Cerca de 100 milhões de casos no mundo.

O boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS) referente às últimas 24 horas dá conta de 10.765 novos casos e mais 291 óbitos. É o dia com mais óbitos em Portugal desde o início da pandemia, batendo o recorde anterior de 275 mortes, registado no passado domingo, 24 de janeiro. Com estes dados, o País regista agora um total de 653.878 casos e 11.012 mortes desde o início da pandemia.

Nesta altura, há 167.381 casos ativos em Portugal — menos 3.254 em comparação com o dia anterior. Os dados da DGS dão ainda conta de 6.472 pessoas que se encontram nesta altura internadas em hospitais (mais 52 do que no dia anterior). Os internamentos nas unidades de cuidados intensivos contam agora com 765 pessoas, menos dois internados do que no último relatório, a primeira descida desde meados de janeiro.

Quando olhamos para os dados por regiões, é o Norte que continua a contar com mais casos acumulados, com 289.212. São mais 2.893 infetados nas últimas 24 horas, além de mais 68 óbitos. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, que se encontra neste momento em pior situação. Dos 291 novos óbitos, 145 foram nesta região. A região tem um total de 227.893 casos, mas um número superior de novos casos (mais 5.785 nas últimas 24 horas).

O centro do País é a terceira região mais afetadas. Regista 91.764 casos (mais 1.407 do que ontem), além de mais 55 novos óbitos. A região do Alentejo contabiliza agora 22.724 casos (mais 339), o Algarve 15.529 (mais 203 casos), já os Açores têm um total de 3.284 casos (mais 24 novos infetados) e a Madeira 3.472 (mais 114). Houve óbitos a registar em todas as regiões do País. As regiões autónomas contam com os dados menos trágicos, com uma morte cada.

Nesta altura, o número de novas pessoas dadas como recuperadas é de 13.728, o que eleva o total desde o início da pandemia para 475.485. Neste momento, há 215.770 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde.

A nível mundial, os dados do instituto Johns Hopkins apontam para quase cem milhões de infetados. Desde o início da pandemia já morreram mais 2,14 milhões de pessoas  por complicações causadas pela Covid-19.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT