Saúde

Morreu uma pessoa por hora em Portugal com Covid-19 desde o início da pandemia

O nosso País ultrapassou este sábado, 23 de janeiro, as 10 mil mortes por complicações relacionadas com a Covid-19. Foi infetada mais de uma pessoa por cada minuto que passou.
Não vamos voltar a sair tão cedo.

Este sábado, 23 de janeiro, ficará para ser marcado na história do nosso País como o dia em que Portugal ultrapassou as 10 mil mortes por Covid-19. De acordo com o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas, morreram 274 pessoas devido a complicações provocadas pelo novo coronavírus, o que eleva o total de óbitos desde o início de março de 2020 para 10.194.

Assinala-se este sábado o 327.º dia desde que foi identificado o primeiro caso de Covid-19 no nosso País. Foi a 3 de março que foram identificados os primeiros casos da doença em Portugal. No dia 16 do mesmo mês registava-se o primeiro óbito: o de um homem de 80 anos com outras patologias associadas e que não resistiu às complicações provocadas pela doença.

Depois da primeira morte, só em agosto é que voltou a ver um dia sem qualquer registo de óbitos. Pelo meio, o País esteve confinado, as escolas fechadas e milhares de restaurantes, lojas e empresas encerraram — um cenário que volta agora a repetir-se. Mas nem assim os mortos deixaram de surgir nos boletins diários da DGS, antes pelo contrário.

As 10.194 mortes acumuladas que se registam este sábado, o 327.º dia com casos da doença em Portugal, significam que, em média, morreram por dia mais de 31 pessoas devido à Covid-19 (mais concretamente 31,17 pessoas). Ou seja, aproximadamente 1,29 pessoas por cada hora que passou desde o primeiro caso identificado da doença no nosso País.

Já no que diz respeito ao número de casos, um exercício semelhante permite concluir que ao longo dos mesmos 327 dias foram identificadas 624.469 pessoas infetadas com o novo coronavírus. Um número que representa uma média diária de 1909,69, ou seja, 79,57 novos contágios por hora. Mais de um por minuto.

Recorde-se que, em todo o mundo, já foram contaminadas quase 100 milhões de pessoas. Até este sábado, tinham morrido já mais de dois milhões de doentes com Covid-19.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT