Saúde

Mortalidade por Covid-19 aumenta em Portugal quase 50% numa semana

É um dos dados revelados pelo mais recente relatório das linhas vermelhas do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
Ainda assim, o número de internamentos mantém-se estável.

Numa semana, a mortalidade por Covid-19 em Portugal subiu quase 50 por cento. Segundo o mais recente relatório das linhas vermelhas do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) e da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta sexta-feira, 21 de janeiro, o crescimento foi de 47 por cento. Situa-se agora nos 37,6 óbitos por milhão de habitantes.

“A 19 de janeiro de 2022, a mortalidade específica por Covid-19 registou um valor de 37,6 óbitos em 14 dias por milhão de habitantes, o que corresponde a um aumento de 47% relativamente ao último relatório”, lê-se no mais recente documento. Este é um valor acima do definido pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC).

Os números também têm batido recordes esta semana, com vários dias acima dos 50 mil. Só esta sexta-feira foram registados em Portugal mais de 58.500 casos. Ainda assim, no que diz respeito aos internamentos, a tendência é para estabilizar.

Segundo os dados do INSA, o valor ronda os 150 utentes em Unidades de Cuidados Intensivos, distante do valor crítico de 255 camas ocupadas que tinha sido definido. “As pessoas com um esquema vacinal completo tiveram um risco de internamento duas a cinco vezes menor do que as pessoas não vacinadas, entre o total de pessoas infetadas em novembro.”

O documento indica ainda que a variante Ómicron é a dominante no País e a responsável por 93 por cento dos casos nas primeiras semanas de janeiro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT