Saúde

O pior dia de sempre: mais 16.432 infetados e 303 mortes por Covid-19 em Portugal

O último boletim da Direção-Geral da Saúde mostra que há mais de 180 mil casos ativos da doença no País neste momento.
Os profissionais de saúde continuam a dar tudo por tudo.

São recordes atrás de recordes pelos piores motivos. Um dia depois de Portugal atingir as 293 mortes por Covid-19 em 24 horas, o novo boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) mostra que o nosso País continua a enfrentar a pior fase desde o início da pandemia. No último dia, registaram-se mais 16.432 infetados pelo novo coronavírus no nosso País. Além disso, confirmam-se 303 mortes provocadas pela doença — a maioria verificou-se nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo (142) e centro (66).

Desde o início da pandemia, segundo o relatório divulgado esta quinta-feira, 28 de janeiro, o número total de casos confirmados é de 685.383. Ao todo, registaram-se 11.608 vítimas mortais por complicações causadas pela Covid-19. Há, neste momento, 180.076 casos ativos da doença em Portugal — mais 7.183 comparativamente com o dia anterior.

É na região norte que se verifica o maior número de casos acumulados, com 297.228 (mais 4.057 infetados), seguida de Lisboa e Vale do Tejo, com 244.119 (mais 8.621). O centro do País regista 96.809 (mais 2.736) e o Alentejo chega aos 23.737 (mais 529 casos), enquanto o Algarve tem 16.356 (mais 327). Nas regiões autónomas, o boletim diário refere que os Açores têm um total de 3.376 (mais 67 infetados) e na Madeira existem 3.758 (mais 95).

Os dados da DGS revelam também que existem, até à data, 6.565 pessoas internadas em hospitais — menos 38 em comparação com o dia anterior — e 782 pacientes em unidades de cuidados intensivos, o que significa menos um doente. Já o número de pessoas recuperadas da doença aumentou para 493.699 — são mais 8.946 do que no dia anterior.

A pandemia de Covid-19 provocou mais de 2,17 milhões de mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT