Saúde

Os 13 produtos portugueses retirados do mercado devido a ingrediente cancerígeno

O Infarmed determinou a suspensão imediata da venda das referências cosméticas da marca A Nova Saboaria, uma marca nacional.
Tenha atenção às miniaturas de hotéis.

O Infarmed ordenou esta quinta-feira, 18 de agosto, a retirada de 13 produtos cosméticos do mercado. A comercialização dos vários artigos capilares e corporais da marca nacional A Nova Saboaria — que está muito presente nos hotéis portugueses — foi suspensa. Esta ação foi justificada por conterem na sua composição o ingrediente butylphenyl methylpropional, anunciou a autoridade de saúde. E recomenda a devolução dos produtos

Apesar de o distribuidor Groupe GM — Península Ibérica, SA “ter informado que foram adotadas as medidas necessárias para a reformulação dos produtos cosméticos”, o Infarmed revela que, no âmbito de uma ação de uma fiscalização, “constatou ainda a existência no mercado nacional de alguns lotes de produtos cosméticos da marca A Nova Saboaria que continham na respetiva lista de ingredientes e/ou na sua composição o ingrediente proibido”.

A utilização de butylphenyl methylpropional e piritiona de zinco foi proibida em março de 2022, não podendo ser “comercializados nem disponibilizados ao consumidor produtos cosméticos que contenham na sua composição estas substâncias”, refere a autoridade de saúde na mesma nota.

O Infarmed determinou que os retalhistas que tenham estes produtos em stock não os podem comercializar. E aconselha aos consumidores que possuam estes produtos para não os utilizarem, em nenhuma circunstância.

Carregue na galeria para conhecer os produtos d’A Nova Saboaria retirados do mercado e que poderá ter em casa. A esta lista juntam-se as recargas de cinco litros da mesma marca de champô, loção corporal, gel de banho, e de gel de corpo e cabelo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT