Saúde

Pandemia agravou casos de depressão e distúrbios alimentares nos jovens

O novo coronavírus está a afetar a vida dos adultos, mas também dos adolescentes.
É preciso estar atento aos adolescentes.

Do turismo à cultura, a pandemia provocada pelo novo coronavírus tem afetado os mais variados setores. Mas não são apenas os cinemas, os hotéis e os restaurantes que sofrem com isso. A própria vida dos portugueses foi afetada e todos se viram obrigados a viver uma nova realidade. Segundo uma médica portuguesa, é preciso estarmos atentos aos efeitos secundários do confinamento 

Em entrevista à agência Lusa, citada pela “TVI24”, Maria de São José Tavares, disse que a Covid-19 agravou muitas situações de ansiedade, depressão e perturbações do comportamento alimentar nos jovens. Também os os consumos de álcool e tabaco terão aumentado.

Segundo a coordenadora do centro de atendimento para adolescentes Aparece, “os jovens ficaram em casa, comeram mais, engordaram”. Por outro lado, “outros começaram a fazer dietas restritivas porque tinham engordado muito”. Estas são as situações mais evidentes nos adolescentes que recorrem ao Aparece, um espaço criado há 21 anos pelo governo no centro de saúde de Sete Rios, em Lisboa.

Os adolescentes vão sair desta pandemia com tantas fragilidades que, de acordo com a especialista, é preciso estar muito atento às suas necessidades.

Até à data, houve mais de 51 mil infetados pelo novo coronavírus. Destes, morreram 1740 pessoas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT