Saúde

Portugal regista mais 40 mil novos casos de Covid-19 e 34 mortes nas últimas 24 horas

Não houve nenhuma alteração quanto ao número de internamentos. Registou-se o maior número de mortes desde março do ano passado.
O número de casos continua a subir.

Foram confirmados mais 40.090 novos casos de Covid-19 em Portugal, revela o último boletim da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta sexta-feira, 14 de janeiro. Registaram-se também mais 34 mortes provocadas pela doença no nosso País. É o terceiro dia consecutivo com número de novos casos acima dos 40 mil. O número de óbitos continua a aumentar e este é o valor mais elevado desde março de 2021.

Nos hospitais, o cenário mantém-se com 1.699 pessoas internadas, o mesmo valor da véspera, sendo que o número de doentes internados em Unidades de Cuidados Intensivos se manteve, num total de 162. A maioria das novas infeções foi registada na região Norte, com 15.914.

Portugal regista agora um total de mais de 1,8 milhões de casos de infeções pelo coronavírus, com  19.238 vítimas mortais. Por outro lado, registam-se mais 27.424 recuperados nas últimas 24 horas.

Os portugueses com mais de 45 anos já podem agendar a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. Para quem tenha 30 ou mais anos e que tenha sido inoculado com vacina da Janssen há 90 ou mais dias também está aberto o agendamento. Assim como para os maiores de 60 anos que queiram tomar a vacina contra a gripe.

A Direção-Geral da Saúde alterou a norma esta quinta-feira, 13 de janeiro, e os contactos de alto e baixo risco de casos confirmados de Covid-19 que tenham feito autoteste devem confirmar o resultado com teste rápido de antigénio (TRAg) ou teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN).

Este teste de confirmação, exigido seja qual for o resultado do autoteste, deve ser realizado preferencialmente no prazo de 24 horas, segundo a norma atualizada.

O R(t) diminuiu para 1,19 em todo o território nacional, já a taxa de incidência continua no vermelho escuro, com 3.813,6 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT