Saúde

Portugal registou mais infeções e mortes por Covid-19 na última semana

Morreram 125 pessoas e foram registados 76.183 novos casos. A maioria dos contágios verificou-se na região norte.

O boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral de Saúde (DGS) nesta sexta-feira, 6 de maio, revelou que, na semana de 26 de abril a 2 de maio, foram registados 76.183 (+18.950) novos casos de infeção e 125 (+2) mortes, valores superiores aos identificados nos sete dias anteriores.

Com a atualização dos dados, a taxa de mortalidade permanece nos 12 óbitos por milhão de habitantes, verificando-se um aumento de dois por cento em relação ao registado entre os dias 19 e 25 de abril. Já a incidência subiu em 33 por cento, com os valores a passarem dos 556 para os 740 casos por 100 mil habitantes numa média a sete dias. O índice de transmissibilidade (Rt) voltou a subir, desta vez de 1,02 para 1,03.

O relatório indica, igualmente, que houve uma redução no número de pessoas hospitalizadas: 1.119 (-89). Destas, 60 (+11) estavam internadas em unidades de cuidados intensivos.

A região norte, com 24.903 novos contágios, foi a que mais contribuiu para o valor final. O arquipélago da Madeira foi a única zona do País em que não houve aumento de infeções.

Vale lembrar que, na reunião de Conselho de Ministros desta quinta-feira, 5 de maio, a situação de alerta em todo o Portugal continental devido à Covid-19 foi prolongada “até às 23h59 do dia 31 de maio de 2022”. O mesmo encontro abordou ainda o reforço da vacina. A indicação é que esta seja aplicada a pessoas com mais de 80 anos. Em dúvida, está a vacinação da faixa etária entre os 60 e os 80.

Leia também sobre o novo cálculo da Organização Mundial da Saúde que estima que a Covid-19 matou três vezes mais do que dizem os números oficiais.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT