Saúde

Portugal uniu-se para ajudar a Leonor, a criança que sofre de um cancro raro

Tem 10 anos e está em Barcelona onde já foi operada. Luta contra a doença desde abril e precisa de donativos para fazer mais tratamentos.
Leonor está num hospital de Barcelona

Em menos de um dia, o número de MB Way que recolhia donativos atingiu o limite diário. Um bom sinal para a luta que Leonor de 10 anos terá pela frente.

A criança é filha de Bruno Santos, Bombeiro Sapador de Lisboa, que recebeu o diagnóstico indesejado e supreendente em abril de 2021. Uma pequena dor na perna de Leonor revelou ser mais grave do que se pensava.

O diagnóstico revelou tratar-se de um sarcoma, um tipo de cancro habitualmente encontrado nos ossos e nas partes moles do corpo. De lá para cá, a família contou com o apoio dos mais próximos para se manter na luta pela cura. Infelizmente, “em Portugal esgotaram todas as hipóteses”, e Leonor teve mesmo que viajar para Espanha.

Encontra-se atualmente internada no Hospital San Joan de Déu, em Barcelona, especializado em oncologia pediátrica, onde procura encontrar um tratamento que seja mais eficaz na eliminação da doença. O tratamento, feito sem qualquer ajuda do Estado, precisa de donativos — e a campanha lançada nas redes sociais esta quinta-feira, 7 de janeiro, já começa a produzir resultados.

“Pedimos qualquer donativo, a quem o possa fazer, para ajudar o Bruno e a sua família a não baixar os braços”, pode ler-se na página de Ajuda a Leonor. Enquanto a família se encontra em Espanha, são os colegas bombeiros de Bruno que vão tentando dinamizar a campanha, fazendo com que chegue a mais e mais pessoas.

“A Leonor esta neste momento a recuperar nos cuidados intensivos depois de ter sido intervencionada em bloco operatório, numa cirurgia que pretendia ‘congelar’ o sarcoma”, revela a conta oficial da iniciativa. “Os tratamentos e a estadia são caros. Os donativos servirão para que os pais não precisem de dizer que ‘não conseguem mais’ lutar pela vida da Leonor.”

Por enquanto, a meta da campanha ainda não está definida, sendo que o último tratamento teve um custo de 40 mil euros. Nos próximos dias, haverá uma reunião com os médicos para ser delineado o percurso a seguir e, eventualmente, o valor necessário para avançar com novos tratamentos.

Enquanto o MB Way não está disponível, a campanha divulga o IBAN para o qual podem ser feitos os donativos: PT 50 0018 0000 2468 8496 0019 4.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT