Saúde

Primeiro contágio humano de gripe aviária H398 detetado na China num menino de 4 anos

As autoridades dizem que o risco de epidemia em grande escala é reduzido. E alertam os cidadãos a afastarem-se de aves mortas.
Menino de quatro anos é o primeiro caso conhecido. Fotografia: Naomi Shi/Pexels.

Desde que entrou em circulação, em 2002, a estirpe H3N8, que está na origem da chamada gripe aviária, já infetou aves aquáticas norte-americanas, cavalos, cães e focas. Nesta terça-feira, 26 de abril, a Comissão Nacional de Saúde da China registou a primeira infeção humana conhecida desta variante da gripe aviária. As autoridades chineses, em nota citada pela “CNN Brasil”, acrescentaram, contudo, que o risco de transmissão a outras pessoas é reduzido.

A infeção foi descoberta num menino de quatro anos da província central de Henan, que esteve próximo de frangos e corvos criados em sua casa. A 5 de abril, entre outros sintomas, desenvolveu febre e acabou por ser hospitalizado. Nenhum dos contactos da criança foi contagiado pelo vírus.

A autoridade sanitária do país avançou ainda que uma avaliação inicial determinou que a variante ainda não tinha a habilidade de infetar efetivamente os seres humanos, pelo que o risco de uma epidemia em grande escala é baixo.

Ainda assim, os cidadãos foram advertidos a permanecer longe de aves mortas ou doentes e a procurar tratamento imediato em casos de febre ou sintomas respiratórios.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT