Saúde

Primeiro transplante de um olho inteiro do mundo realizado com sucesso nos EUA

Aaron James sofreu um acidente de trabalho que o deixou completamente desfigurado e já tinha feito várias cirurgias.
O paciente ficou sem olho num acidente de trabalho.

O hospital NYU Langone Healt, em Nova Iorque, realizou, com sucesso, o primeiro transplante do mundo de um olho inteiro. O paciente, Aaron James, de 46 anos, ficou completamente desfigurado em 2021, na sequência de um acidente de trabalho. Já havia realizado várias cirurgias reconstrutivas antes do procedimento inovador.

O homem que vive no Estado do Arkansas (EUA) trabalhava como eletricista de alta tensão quando um cabo lhe tocou no rosto, tendo perdido o “olho esquerdo, o braço, todo o nariz, a boca e os dentes da frente, a bochecha esquerda e o queixo até ao osso”.

Numa das primeiras operações a que foi submetido, os cirurgiões decidiram cortar o nervo ótico o mais próximo possível do globo ocular para que o paciente tivesse mais opções no futuro, o que acabou por permitir o transplante ocular.

A cirurgia, realizada em maio, envolveu uma equipa de mais de 140 cirurgiões, enfermeiros e outros profissionais de saúde, e durou aproximadamente 21 horas, revelou esta quinta-feira, 9 de novembro, o centro clínico académico NYU Langone Health (EUA).

Embora ainda não se saiba se o norte-americano conseguirá recuperar a visão no olho transplantado, o novo órgão “demonstrou sinais extraordinários de saúde, incluindo fluxo sanguíneo direto para a retina”, frisou a instuição.

O processo cirúrgico foi liderado pelo diretor do programa de transplante facial do hospital, Eduardo Rodriguez, que decidiu combinar o olho do doador com células-mãe derivadas da medula óssea. Uma técnica inovadora, usada para tentar estimular a regeneração.

Carregue na galeria para ver alguns dos passos do processo de recuperação de Aaron James.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT