Saúde

Publicado Vs. Eliminado: influencer mostra que nem tudo é o que parece no Instagram

As montagens de Danae Mercer continuam a surpreender e chocar muitas pessoas.
A influenciar tem 33 anos.

Quando fazemos scroll nas redes sociais e nos deparamos com uma fotografia que nos rouba a atenção, seja pela pose ou pelo cenário, podemos pensar que aquela pessoa tem um corpo tão incrível ou uma casa tão bonita que aquela imagem foi conseguida em cinco minutos. No entanto, muitas daquelas fotografias requerem trabalho prévio, como estudar a postura, a roupa e a luz. Depois de dezenas — ou centenas — de tentativas, escolhe-se a mais favorecedora.

Se tentar replicar aquela fotografia sem metade destes detalhes, o mais certo é não conseguir chegar àquele resultado e provavelmente vai culpar o seu corpo por não ter tantas curvas ou por ter demasiadas. Ou porque a sua casa não é tão minimalista e com a decoração do momento.

Para quem tem a autoestima baixa ou sofre de um distúrbio alimentar, tudo isto pode ter um impacto muito grande. Precisamente por isto, Danae Mercer, um nome já bem conhecido no Instagram, faz questão de “educar” as pessoas neste sentido. Ou seja, mostrar que nem tudo é o que parece nas redes sociais.

Como a jornalista de 33 anos já disse em algumas entrevistas, não tem nada contra a foto tipicamente “perfeita”, desde que se saiba que há celulite, estrias e gordura — tudo normal no corpo de uma mulher, como tantas vezes faz questão de dizer — que são escondidas com truques.

Em mais uma tentativa para alertar a falsa perfeição das redes sociais, a influencer acabou por chocar muitas pessoas com um “Publicado Vs. Eliminado”. É uma recente montagem em que do lado esquerdo surge com as costas arqueadas e encostada a um carro. A luz e o seu tom de pele parecem perfeitos, sem quaisquer vestígios de celulite. Do lado direito, o mesmo corpo e a mesma roupa sem pose. Parecem duas pessoas diferentes, mas é Danae Mercer com diferença de apenas alguns segundos.

“Não compares o teu maravilhoso real com os destaques da Internet”, alerta Danae Mercer. A jornalista recorda que quando trabalhava em revistas, um dos aspetos que a fascinava era tudo o que envolvia uma sessão fotográfica.

A montagem em causa.

“Horas. Após Horas. Com toda uma equipa em estúdio: fotógrafos, estilistas, maquilhadores, diretores criativos, assistentes. E centenas, às vezes milhares, de imagens a serem criadas”, conta na descrição da publicação, acrescentando que depois as imagens eram analisadas ao pormenor e se escolhiam seis ou quatro.

O mundo dos influenciadores é diferente, mas também tem muita encenação, garante Mercer. “Tudo isto para dizer: não te compares. Nem com revistas. Nem com influenciadores.”

Apesar de esta ser a sua abordagem constante, o seu Instagram nem sempre teve este propósito. Aliás, apenas no início de 2020 decidiu usá-lo para denunciar que nem tudo é o que parece nas redes sociais. Agora, conta com mais de 2,2 milhões de seguidores apenas no Instagram.

Um dos principais motivos para esta mudança foi o facto de ter passado por um transtorno alimentar — e recentemente partilhou nesta rede social a sua imagem na altura em que sofria desta doença. 

“Tive um distúrbio alimentar e passei tantos anos a odiar tanta coisa no meu corpo, ou a sentir-me desconfortável na minha própria pele, a fazer coisas como ir à praia e tapar o meu corpo ou olhar para o espelho e criticar-me de forma negativa. Penso que só nos meus trintas é que comecei a aceitar aquilo que sou, e até a celebrar aquilo que sou”.

Carregue na galeria para ver mais montagens virais feitas pela jornalista. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT