saúde

Quem já teve Covid-19 vai poder agendar a vacina a partir de junho

A marcação por doentes recuperados funcionará da mesma forma que o processo normal.
O agendamento será feito da mesma forma.

A vacinação para pessoas que já tenham sido infetadas pela Covid-19 vai mesmo avançar e o agendamento das vacinas poderá ser feito a partir de junho. A confirmação foi dada pelo gabinete liderado pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, o coordenador de todo este processo no País.

O objetivo é que este agendamento “esteja disponível para as pessoas que recuperaram de infeção por SARS-CoV-2, diagnosticada há, pelo menos, seis meses a partir da primeira semana de junho”, lê-se na resposta enviada à agência Lusa, aqui citada pelo “Notícias ao Minuto“, pela task force.

Neste caso, também haverá uma organização por faixas etárias, tal como acontece no processo de vacinação comum. A vacinação deste grupo deverá acontecer numa fase em que grande parte das pessoas com mais de 60 anos já estará vacinada em Portugal.

Esta semana, foi passado o número de quatro milhões de doses administradas e Portugal. As pessoas com mais de 60 anos já podem fazer o agendamento. Só nos primeiros dias em que tal foi possível foram registados mais de 40 mil pedidos.

Em Portugal, até ao momeno, morreram mais de 16 mil pessoas vítimas da Covid-19. Foram registados mais de 840 mil casos de infeção.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT