Saúde

Sábado foi o dia com mais mortes por Covid-19 na Índia desde o início da pandemia

O segundo país mais populoso do mundo vive o momento mais trágico da pandemia.
Índia vive fase mais difícil.

Na última sexta-feira, 30 de abril, a Índia já vivera o dia com mais casos confirmados. Em 24 horas foram contabilizados mais 401.993 infetados, um recorde a nível mundial. Os dados de sábado, 1 de maio, dão conta do prolongar da tragédia: foi o dia mais mortal na Índia desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas 3.689 pessoas morreram na Índia por complicações causadas pela Covid-19. Foi a segunda vez que tiveram mais de 3.600 mortes num só dia. Foram ainda confirmados 392.488 novos casos.

Estes dados vêm confirmar a situação especialmente grave que a Índia vive nesta altura. Além do aumento exponencial de casos, o país tem sido notícia pelas falta de material e capacidade para dar resposta a tantos novos casos.

Olhando para os dados compilados na “World in Data”, vemos com a Índia tem visto os número de casos e mortes subir a níveis pouco vistos até ao momento na pandemia. As autoridades, aliás, já têm sugerido algumas medidas extremas para lidar com o número de mortes.

Em termos de números totais, este recorde fica apenas atrás da pior fase de dois países: os EUA, que em janeiro deste ano tiveram quatro dias com mais de quatro mil mortes diárias (o pior a 12 de janeiro, com 4.474) óbitos e o Brasil, que a 7 de abril teve pela primeira vez um dia com mais de quatro mil mortes no espaço de 24 horas.

Segundo os dados do Instituto Johns Hopkins, desde o início da pandemia, a Índia já registou mais de 19,5 milhões de casos. As complicações causadas pela doença custaram até ao momento a vida a mais de 214 mil pessoas no país.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT