Saúde

Saiba como prevenir as inconvenientes infeções urinárias que costumam surgir no verão

Esta condição afeta muitas mulheres, sobretudo, quando as temperaturas sobem. Há uma explicação para isso.
Uma das causas está relacionada com os biquínis.

A chegada do verão e do bom tempo, é para a maioria dos portugueses, sinónimo de férias muitas vezes passadas perto da praia ou da piscina. Um cenário perfeito para descansar e relaxar. Porém, pode também ser um ambiente favorável ao surgimento de infeções urinárias.

Esta doença do sistema urinário é frequente no sexo feminino e estima-se que seis em cada 10 mulheres possam vir a ser afetadas por esta patologia ao longo da vida. É uma infeção que se caracteriza pela presença de bactérias que se multiplicam nas vias urinárias, ou seja, rins, ureteres, bexiga e uretra, e que são frequentemente provenientes da vagina ou ânus.

A ginecologista Irina Ramilo explicou à NiT que a maioria das infeções urinárias são causadas por microorganismos intestinais. “Por contaminação diretamente da flora intestinal para a zona vaginal e uretral. É certo que no verão há mais predisposição para a atividade sexual, logo pode aumentar a possibilidade de infeções do trato urinário”.

Apesar de na maioria das vezes, as bactérias presentes na uretra serem expelidas através da urina, isso nem sempre acontece, causando infeção. Os sintomas mais comuns incluem ardor enquanto urina, vontade recorrente de ir à casa de banho e sensação de desconforto ou dor na zona abdominal. Também poderá dar à urina um odor mais intenso, provocar o aparecimento de algum sangue ou que fazer com que adquira uma cor esbranquiçada. Isto acontece porque a uretra das mulheres é mais curta, facilitando a passagem de bactérias para a bexiga e mais próxima do ânus. 

“No verão, o próprio aumento de temperatura pode levar a maiores períodos de desidratação, com menos reposição de líquidos, e há uma maior predisposição infeções urinárias. Além que a própria humidade e transpiração associadas ao calor ou dos fatos de banho molhados proporciona a proliferação bacteriana nas áreas intimas”, conclui a especialista em ginecologia.

Carregue na galeria para saber o que fazer para evitar infeções urinárias.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT