Saúde

“Foi um choque.” Sarah Ferguson foi diagnosticada com novo cancro

A ex-mulher do príncipe André foi diagnosticada após a cirurgia de reconstrução mamária e encontra-se a recuperar.
Sarah Ferguson tem 64 anos.

Sarah Ferguson, ex-mulher do príncipe André, irmão do rei Carlos III, foi diagnosticada com um cancro de pele, seis meses após saber que tinha um tumor na mama. A patologia terá sido detetada durante a cirurgia de reconstrução mamária. A duquesa de York, de 64 anos, admite que “foi um choque”, mas já está em casa a recuperar.

“Após ter sido diagnosticada com uma forma precoce de cancro da mama este verão, os médicos descobriram que Sarah tem um melanoma maligno. O seu dermatologista pediu que vários sinais fossem removidos e analisados ao mesmo tempo que a duquesa era submetida a uma cirurgia reconstrutiva após a sua mastectomia. Um deles foi identificado como cancerígeno”, adianta o porta-voz. Porém, “está a ser submetida a novas investigações para garantir que a doença foi detetada numa fase inicial”.

A duquesa de Iorque, de 64 anos, foi casada com o príncipe Andrew até 1996 e descobriu o cancro de mama durante uma mamografia de rotina.

“É evidente que outro diagnóstico tão pouco tempo depois do tratamento do cancro da mama foi angustiante”, afirmou ainda o responsável, acrescentando que Sarah Ferguson está a recuperar em casa, rodeada pela família. A duquesa agradeceu a “toda a equipa médica que a apoiou, em particular ao seu dermatologista, cuja vigilância garantiu que a doença fosse detetada na altura certa”.

No Instagram, Ferguson partilhou que a notícia de “outro diagnóstico de cancro foi um choque”, mas garantiu que está “bem disposta e grata pelas muitas mensagens de amor e apoio”.

Leia a entrevista que a duquesa deu à NiT quando passou por Portugal, aquando o lançamento do último romance “Onde Me Leva o Coração”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT