Saúde

Vacinação contra a Covid-19 sem agendamento foi suspensa

Decisão de parar o sistema de Casa Aberta foi tomada pela task force, após a retirada de um lote da Janssen.
Polémica prolonga-se.

Depois de, na quarta-feira, 14 de julho, a modalidade Casa Aberta ter sido alargada a quem tinha pelo menos 40 anos, esta quinta-feira, 15 de julho, foi suspensa a possibilidade de ser vacinado contra a Covid-19 sem necessitar de agendamento.

Esta decisão foi anunciada esta quinta-feira pela task force responsável pelo processo de vacinação contra a Covid-19 em Portugal. Na origem da decisão está a disponibilidade de vacinas.

O Infarmed informou que foi retirado um lote da vacina da Janssen, a vacina de dose única, após terem sido reportadas algumas queixas, como desmaios, no Centro de Vacinação Covid-19 em Mafra,

A decisão foi tomada por precaução, já que o mesmo lote ainda não deu origem a queixas noutros centros de vacinação. Mas a retirada do lote levou a que a disponibilidade de vacinas fosse menor.

Por essa razão, a task force suspendeu o serviço Casa Aberta, dando assim prioridade a quem já tem os agendamentos marcados. A modalidade de vacinação sem agendamento “será retomada logo que possível”, cita a “TSF” do comunicado da task force.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT