Saúde

Vacinação de crianças entre os 5 e 11 anos está em estudo

As autoridades de saúde norte-americanas estão a estudar a hipótese de vacinar crianças mais pequenas contra a Covid-19.
Pode ser o primeiro passo

Apesar da baixa taxa de vacinação, as autoridades de saúde dos Estados Unidos estão a ponderar emitir uma autorização especial para que a vacina contra a Covid-19 possa ser alargada às crianças entre os cinco e os 11 anos. Segundo a “Reuters”, aguarda-se apenas o resultado dos primeiros ensaios clínicos.

Também nos Estados Unidos surgem preocupações com o início do ano letivo e a perigosidade da variante Delta. Dessa forma, acredita-se que a tal autorização de emergência possa avançar até ao final de outubro.

A decisão dependerá, claro, de duas questões: que os dados dos ensaios da Pfizer cheguem até final de setembro, conforme previsto; e que esses dados permitam concluir que a administração da vacina a crianças dessa faixa etária é, efetivamente, segura.

De acordo com Anthony Fauci, especialista e líder no combate à doença no país, decisão semelhante poderá surgir para a vacina da Moderna, lá mais para novembro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT