Saúde

Especialista diz que vacinação em Portugal pode já ter evitado 140 mortes

O número foi avançado esta terça-feira, 13 de abril, na reunião do Infarmed de análise aos dados da pandemia em Portugal.
Vacinação foi iniciada a 27 de dezembro.

Na reunião do Infarmed que decorre na manhã desta terça-feira, 13 de abril, juntando especialistas e políticos, falou-se do impacto da vacinação na incidência. Baltazar Nunes, especialista do o especialista do Instituto Dr. Ricardo Jorge (INSA) explica que “assim que a cobertura vacinal aumentou no grupo etário dos 80 ou mais anos, começa-se a observar um aumento da redução da incidência neste grupo, enquanto nos grupos etários abaixo, essa inversão da tendência não se observa”.

“Há um efeito significativo do aumento da cobertura vacinal na população de 80 e mais anos”, continua. Com recursos a modelos matemáticos, o perito fez uma estimativa a um cenário com vacinação e a um sem vacinação. Entre estes cenários, “já se preveniu cerca de 78 óbitos” com a vacinação, caso o R estivesse como no início de abril (0.7). De acordo com R atual (1,05), a estimativa mostra que “já se preveniram cerca de 140 óbitos” em comparação com o cenário em que não há vacinação.

Segundo o mesmo especialista, estima-se ainda que se tenha reduzido a ocupação de camas em cuidados intensivos em cerca de três por cento e de nove por cento em enfermaria.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT