Saúde

A versão de duas doses da vacina da Johnson & Johnson tem eficácia de 94%

A proteção é ainda mais forte se for um reforço à vacina de dose única já no mercado.
Vacinação em Portugal começou a 27 de dezembro.

Uma das marcas que distinguiu a vacina da Janssen, a cargo da Johnson & Johnson, foi o facto de ser de dose única. É, aliás, a única vacina do género administrada em Portugal.

No entanto, a farmacêutica tem estado a desenvolver uma versão em duas doses da sua vacina e os testes mais recentes apontam para 94 por cento de eficácia na proteção contra uma infeção sintomática de Covid-19.

Conta a “CNN” que foi na terça-feira, 21 de setembro, que a farmacêutica começou a partilhar detalhes de três estudos diferentes relacionados com o projeto. Os dados aponta ainda para uma eficácia superior, quando se trata de uma dose de reforço à vacina que já está no terreno.

Nesta altura a terceira dose de vacinação começa a ser realidade em diferentes países, pelo menos para parte da população, seja por ser mais vulnerável, seja por terem mais contactos de risco pela profissão.

No caso da vacina de dose única, o reforço de dose tem sido cada vez mais levantado. Já este mês, a 15 de setembro, foi o próprio Infarmed quem deu conta de 41 casos de “suspeita de falência vacinal”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT