Saúde

Wuhan proíbe o consumo de animais selvagens

A medida foi implementada esta quarta-feira, dia 20 de maio. Os agricultores estão a receber dinheiro para parar as criações.
Foi em Wuhan que começou o surto de Covid-19.

Wuhan, a cidade chinesa onde teve início o surto do novo coronavírus, baniu oficialmente o consumo de animais selvagens, avança a “CBS”. A medida foi implementada esta quarta-feira, 20 de maio.

Além disso, os agricultores daquele país estão a receber dinheiro para deixar de criar animais exóticos. De recordar que a China tem sofrido uma grande pressão por parte de vários países que culpam aquele governo da pandemia que se vive atualmente.

Vários indícios apontam para o início da pandemia num mercado de carne em Wuhan. Primeiro, colocou-se a hipótese de ter sido através de morcegos, e depois de pangolins.

A cidade, que tem 11 milhões de habitante, já proibiu a caça de animais selvagens e declarou-se como “um santuário da vida selvagem”, excepto alguns animais que o governo pretende para “pesquisa científica, regulação de população e monitorização de doenças epidémicas”, revela a mesma publicação.

As autoridades chinesas vão avaliar as quintas dos criadores e oferecer um pagamento único por cada quilo de animal selvagem que esteja a ser criado para consumo — com o preço a variar de acordo com a espécie.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT