Miúdos

Miúdos: agarre os Pokémon no SEA LIFE Porto

Estão por toda a parte, e têm de ser encontrados com o telemóvel. A app já ultrapassou o Tinder e nos dias 16 e 17 de julho pode procurá-los no meio dos peixes.

Quando se vai a um aquário é comum haver peixes pequenos, médios, grandes e plantas aquáticas. É isso que estamos à espera de ver quando compramos o bilhete. No SEA LIFE Porto há tudo isso e um extra: Pokémon. E vai poder encontrá-los com o seu smartphone nos dias 16 e 17 de julho.

Isto não é mentira: já encontraram um Pikachu no túnel oceânico do aquário do Porto. Este Pokémon e outros. O espaço é uma PokéStop, ou seja, tem vários Pokémon para serem encontrados (e ovos), Pokébolas e outros pontos de experiência.

O SEA LIFE Porto vai ativar o “Lure Module” – um item que permite atrair os Pokémon – e várias vezes, ao longo do dia, os visitantes podem melhorar a visibilidade, sendo mais fácil vê-los (eles aparecem mais depressa). Também será uma ajuda para agarrar os mais raros.

Os jogadores que não descansam enquanto não acham o seu preferido – isto pode levar horas – podem comprar o “Menu Pokémon Go”, que inclui um café e um pastel de nata, por 1,95€, e aproveitar para ver o mar.

Até sábado e domingo tem de descarregar o jogo “Pokémon Go”, mas como ainda não chegou oficialmente a Portugal – o lançamento está para breve, mas ainda não foi confirmada nenhuma data –, terá de aldrabar os sistemas Android e iOS. No caso do Android, a aplicação Aptoid faz tudo por si, no iOS tem de mudar a região e fingir que vive nos EUA (ou na Austrália ou na Nova Zelândia, é só confirmar os países onde o jogo já está oficialmente disponível).

Se leu tudo isto e não percebeu nada, veja o artigo que lhe explica tudo o que precisa saber.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT