« Edifícios abandonados: o hotel que nasceu (e morreu) por causa da radioatividade

O Hotel Serra da Pena era um verdadeiro castelo de granito

Foto de Fundação Calouste Gulbenkian
Com cerca de 90 quartos e capacidade para 150 hóspedes, o hotel termal nasceu com o intuito de aproveitar os supostos "poderes curativos" das Águas de Radium. As águas provinham de três nascentes: Chão da Pena, Favacal e Malhada, também denominadas Curie 1, 2 e 3. O nome foi uma homenagem a Marie Curie, que conduziu pesquisas pioneiras no ramo da radioatividade. Há quem diga que esteve quatro meses nas Águas de Radium, no entanto não há provas concretas que a cientista tenha estado alguma vez sequer em Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT