Na cidade

Afinal, o que se pode e não pode fazer na Passagem de Ano?

A NiT preparou um guia para se orientar durante os próximos dias.
Uma passagem de ano diferente.

O ano de 2020 está prestes a chegar ao fim. Marcado pela pandemia, o adeus ao ano que vem e as boas vindas a 2021 vão ainda ficar marcadas pelas medidas de restrição. Depois de as autoridades terem aliviado um pouco as medidas durante o Natal, já sabíamos que não seria assim esta semana.

Recorde-se que foi a 17 de dezembro que o primeiro-ministro, António Costa, anunciou as medidas. Há dever de recolher obrigatório a partir das 23 horas de quinta-feira, dia 31 de dezembro. Ao contrário do que tem acontecido no último mês, com as medidas a serem diferentes entre os concelhos, em função do grau de risco, desta vez as medidas são aplicadas no País todo.

O dever de recolher obrigatório aplica-se à última noite de 2020 mas também aos primeiros dias de 2021. No feriado de 1 de janeiro e no fim de semana de 2 e 3 de janeiro o recolher obrigatório é a partir das 13 horas.

O recolher obrigatório às 23 horas a 31 de dezembro faz-se acompanhar de mudanças nos horários de restaurantes. Vai poder combinar um jantar com umas poucas pessoas mas não podem ficar ali para as 12 badaladas. Os restaurantes terão de fechar às 22h30 e terão também de cumprir as 13 horas como horário de encerramento nos três primeiros dias de janeiro. A exceção será para os restaurantes que façam entregas ao domicílio, que vão poder continuar a operar sem estas restrições.

Se costuma gostar de passar o Ano Novo com amigos na rua, esta quinta-feira vai ter de pensar noutros planos. Estão proibidas as festas públicas ou abertas ao público e os ajuntamentos entre pessoas estão limitados a um número máximo de seis pessoas.

Vai também ser proibido circular entre concelhos nos dias 31 de dezembro, 1, 2 e 3 de janeiro. Isto não quer dizer que não possa passar o Ano Novo fora de casa. Tem é de ter em conta que se estiver fora de casa, só pode voltar na segunda-feira, 4 de janeiro (as restrições terminam às 5 horas da manhã). Se são esses os seus planos é possível que tenha de tirar um dia de férias para juntar ao fim de semana prolongado.

Se a sua tradição de Ano Novo é juntar apenas poucos amigos ou familiares, poderá conseguir fazê-lo este ano se tiver em conta as tais restrições à circulação entre concelhos. Pode até juntar uns poucos vizinhos em casa mas com o bom senso que já era pedido durante o Natal. Fica ao seu critério se quer celebrar o Ano Novo ao pequeno-almoço ou fazer “uma troca simbólica de uma compota”, como sugeria com cautela Rui Portugal, especialista em Saúde Pública, num momento que inadvertidamente virou meme.

De resto, as regras gerais da Direção-Geral da Saúde mantém-se: deve evitar estar em grupos com muita gente, evitar também estar em espaços fechados, pequenos e pouco arejados e não deve passar muito tempo sem máscara. Um dos sinais dos tempos para este fim de ano é o surgimento de algumas propostas de réveillon virtual.

As autoridades de saúde têm mantido em atualização a plataforma dedicada à Covid-19 “Estamos On”. Todas as regras para este fim de semana prolongado estão lá bem como as futuras medidas, que voltarão depois a obedecer a critérios diferentes para os concelhos, em função do grau de risco de contágio. A lista do nível de risco de concelhos também tem estado a ser atualizada a cada 15 dias.

Depois de um ano invulgar, o adeus a 2020 será feito ainda com o impacto da pandemia a fazer-se sentir. Veremos o que 2021 nos reserva. O plano de vacinação contra a Covid-19 começou em Portugal no último domingo, 27 de dezembro, mas a distribuição será faseada ao longo do próximo ano, com a prioridade a ser dada a profissionais de saúde, membros das forças de segurança e pessoas consideradas em maior risco.

Seja como for, às 23h59 pode preparar champanhe, passas e os tachos e panelas para fazer barulho, como acontece em outros anos. Este ano não há festas públicas o que não quer dizer que não se possa fazer uma festa, ainda que mais modesta.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT