Miúdos

Compras, médicos, alugueres: esta startup ajuda as famílias com miúdos em quase tudo

A Let's Go Baby é um dos primeiros serviço de concierge para famílias em Portugal, além de aluguer de material de bebé.
Tudo o que eles precisarem.

Estávamos em 2018 e Vera Ferreira da Cunha regressava a Lisboa depois de uma viagem ao estrangeiro: a primeira com o marido desde que o filho de ambos, Francisco, tinha nascido. 

“Em abril de 2018, viajei com o meu marido e com o meu primeiro filho, na altura com três meses, para Berlim, na Alemanha”, conta à NiT. A experiência não foi o sonho que pensava; foi quase o oposto. “Foi caótico: material estragado e perdido, o hotel não tinha produtos básicos de que precisávamos para o nosso conforto, a rent-a-car deu-nos uma cadeira auto que não era adequada para o bebé e tivemos taxas de bagagem extra na companhia aérea. Durante toda a viagem pensava: e se tivesse tido a possibilidade de alugar tudo o que precisava em Berlim?”

O bichinho nasceu e assim foi ficando. Após várias viagens, uma a Itália por exemplo, Vera e o marido perceberam que grandes cidades já tinham, afinal, este serviço e que de facto ajudava a facilitar toda a logística e complexidade de viajar com crianças..

Cerca de 12 meses depois, em junho de 2019, Vera despediu-se do campo de Padel que geria para se dedicar a 100% ao seu projeto de sonho, que tinha entretanto lançado em modo lento em outubro de 2018. “A loja online foi lançada a 1 de outubro de 2018 com mais de 100 produtos disponíveis permitindo proporcionar uma viagem “light” e confortável às famílias que viajam para Portugal. Nesta altura já tinha um filho na época com 1 ano e meio e 10 dias depois soube que estava grávida do segundo”, adiantou.

Nascia a Let’s Go Baby: um serviço de aluguer de material de bebé às famílias estrangeiras para ajudá-las a viajar sem levar a “tralha” atrás e a terem todo o conforto que encontram nas suas próprias casas. Atualmente, Vera vive em Algés, é casada com o Pedro e tem dois filhos, o Francisco com quatro anos e o Duarte com um ano e meio. O seu negócio ia de vento em poupa, tudo corria bem. Até que veio a pandemia.

“Desde o lançamento, e até março de 2020, a startup cresceu, estabelecemos parcerias com hotéis, alojamentos locais e outros serviços de turismo para, juntos, melhorarmos a experiência das famílias estrangeiras. Garantimos entrega no distrito de Lisboa embora já tenhamos entregue no Porto e no Algarve. Os produtos são nossos, adquiridos novos diretamente às marcas. Estava tudo a correr bem”, conta-nos a fundadora. Após vários pedidos de clientes, e meses mais tarde, a Let’s go baby incluiu um novo serviço de compras de supermercado e de farmácia, desde fraldas, leites, higiene, entre outros, para facilitar toda a logística que é viajar com os mais pequenos

Cerca de 70 por cento do negócio eram turistas e 30 por cento famílias portuguesas, que recorriam à empresa quando faziam férias cá dentro e quando os filhos iam para casa dos avós. No início da pandemia, e porque ficaram sem o seu principal target — os turistas — Vera teve de repensar o modelo de negócio.

Foi assim que transformou a sua Let’s go baby num serviço de concierge em Portugal para famílias com crianças, para levar qualquer tipo de produto e serviço que a família procure ou precise.

No fundo, com a pandemia e o confinamento, a empresa disponibiliza serviços ou produtos de que a família necessite, aluguer de material incluído. “Todos os produtos são nossos (não recorremos a terceiros) e são adquiridos novos diretamente nas marcas e atendem aos mais elevados padrões de segurança e de higiene. O serviço de aluguer é cómodo, seguro e eficiente, com máxima qualidade de produto e rapidez na entrega, montagem e recolha. Entregamos onde o cliente quer, à hora que quer”, conta-nos a gestora. 

Com a entrada no novo confinamento, e à semelhança do de março e abril 2020, a marca diz que pode “ajudar e apoiar as famílias portuguesas”, sobretudo as com bebés recém-chegados. “Enquanto o comércio estiver fechado e existir recolhimento domiciliário, todos os nossos produtos continuarão disponíveis para que os próximos tempos sejam mais tranquilos, sem idas desnecessárias à rua e sem que falta nada para o
início de vida do bebé. Durante o confinamento entregamos gratuitamente no concelho de Lisboa, de Oeiras e de Cascais”, adianta ainda Vera.

O serviço de concierge continua, também 100% operacional: “entregamos refeições caseiras, fazemos compras de supermercado e parafarmácia, ligamos as famílias a médicos em casa, ou qualquer outro serviço que a família necessite, serviços sempre adaptados às famílias e ao seu perfil e necessidades. Contamos com uma rede de parceiros com quem mantemos uma relação próxima e de confiança permitindo-nos oferecer os serviços locais mais adequados”.

Vera destaca ainda que os produtos de aluguer atendem aos mais elevados padrões de segurança e de higiene: todos higienizados e desinfetados aquando da entrega que é feita com a máxima segurança e com o distanciamento mínimo recomendado. Os preços variam e podem ser consultados online.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT