Viagens

Foi criada uma nova (e enorme) zona de proteção marinha na Austrália

Vai ter mais de 100 mil quilómetros quadrados. Será uma área segura para espécies como os golfinhos, os dugongos e as tartarugas.
Vai ser um santuário para os animais marinhos.

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) anunciou esta segunda-feira, 14 de março, que irá implementar uma nova zona de proteção marinha na Austrália.

O principal objetivo desta organização não governamental é criar um espaço seguro para várias espécies aquáticas, como golfinhos, dugongos, tartarugas e outros animais que vivam entre o cabo Flattery e o estreito de Torres.

Para conseguir criar esta nova reserva — que terá quase a mesma dimensão que o território de Cuba — a WWF adquiriu licenças para o uso de redes de pesca numa área de 100 mil quilómetros quadrados, mas que não serão usadas com esse fim.

“Comprar licenças de pesca comercial para as não usar, não é uma prática normal para uma organização de conservação. Mas é uma maneira prática de remover esse perigo de uma secção da Grande Barreira de Coral incrivelmente importante para espécies ameaçadas”, disse Richard Leck, o diretor para os oceanos da WWF Austrália, citado pelo “Observador”.

“Ao comprar licenças, a WWF fez o trabalho pesado. Agora estamos a pedir aos governos australiano e de Queensland que criem uma área de gestão especial no extremo norte deste recife para que seja possível resgardar esta área da pesca comercial, de forma permanente”, acrescentou Leck.

 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT