Miúdos

Escola pede aos pais para não atirarem os alunos atrasados por cima do portão

A insólita imagem de um estabelecimento de ensino francês está a correr o mundo. Tudo por causa das novas regras Covid.
É improvável.

Estamos à espera de encontrar avisos à porta das escolas, mas nenhum que peça aos pais para não atirarem por cima do portão os alunos que chegam atrasados. Foi isso que aconteceu numa escola básica de França, cujo cartaz está a percorrer as redes sociais em vários países.

Na imagem da escola Trillade, em Avignon, pode ver-se um boneco maior a atirar um mais pequeno por cima daquilo que parece uma vedação. A acompanhar está uma frase que pede aos encarregados de educação que esperem que os portões voltem a abrir novamente, às 10 ou às 15 horas, alertando para o perigo daquela ação.

Sanaa Meziane, diretora daquela escola francesa, explicou ao “La Provence” o motivo desta ação, avançado que os pais “literalmente atiravam as crianças quando chegavam e encontravam a escola fechada”. Em causa estão as medidas de controlo Covid que obrigam a que os portões das escolas estejam apenas abertos durante certos períodos do dia.

Este tipo de atitudes já valeu pequenos arranhões em alguns alunos, embora não haja feridos a registar. Os dois cartazes, colados nas laterais do portão, estão ali desde meados de setembro, mas só agora a insólita imagem foi notícia.

O cartaz.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT