Miúdos

Vlad e Niki, os dois irmãos russos que fazem sucesso (e milhões) no YouTube

Não há miúdo que não os conheça. São um dos canais mais seguidos na plataforma, com mais de 80 milhões de fãs.
Os miúdos tornaram-se famosos em 2018

Vladislav e Nikita eram miúdos como os outros. Gostavam de brincar, mas gostavam ainda mais de ver os outros a brincarem, sobretudo no YouTube. Um dia fizeram um pedido aos pais.

“Eles viam muitos vídeos e sentiam-se inspirados. Riam-se, era contagiante. Depois perguntaram-me se podíamos começar a fazer os nossos próprio vídeos e tornarem-se bloggers. Eu e o meu marido dissemos ‘porque não?'”, explica Victoria Vashketov à revista “People”.

Em quatro anos, o hobby transformou-se num negócio que se expande a todos os continentes, com vídeos traduzidos em mais de uma dezena de línguas e seguidos por mais de 80 milhões de pessoas.

O canal começou por se chamar Vladik Toys, onde os dois rapazes, hoje com nove e sete anos de idade, apresentavam os seus brinquedos. Hoje, Vlad e Niki é um dos dez maiores canais do YouTube, à frente de artistas mundialmente famosos como Ed Sheeran ou Taylor Swift.

Começaram a gravar os vídeos aos fins de semana, nos dias de folga dos pais. “Não fazíamos ideia de que iriam ser um êxito tão grande”, revela a mãe. À medida que a audiência cresceu, também os meios à disposição se tornaram mais elaborados — começaram a produzir vídeos com mais efeitos especiais, com banda sonora, tudo para chamar ainda mais à atenção dos miúdos que, nas suas casas, estavam agarrados aos telemóveis.

A família, originária de Moscovo, mudou-se para Miami, nos Estados Unidos. Foi já por lá que as crianças nasceram. Perante as críticas habituais aos canais que usam crianças como protagonistas, Victoria defende-se.

“É uma forma para nos reunirmos em família. Permite-nos participar em atividades, criar novas aventuras. É uma forma fantástica de brincarmos com eles, filmar as coisas que mais gostamos de fazer e criar uma ligação emocional com os fãs.”

Na verdade, o que é descrito como um hobby familiar, é hoje um verdadeiro negócio de milhões. Christian, o pai, deixou o seu emprego a tempo inteiro para se dedicar ao canal. A gestão está também a cargo da Haven Global, uma empresa australiana responsável por novos conteúdos, por merchandising e por ajudar a otimizar a distribuição dos vídeos.

Além do canal principal, têm mais de 16 canais secundários, todos eles com milhões de seguidores. Sob a marca de Vlad e Niki, já foram lançadas dezenas de coleções de brinquedos e produtos.

Ainda assim, a mãe frisa que o segredo do negócio está “no caráter único” dos protagonistas, Vlad e Niki. “São curiosos, criativos e extremamente ativos. Sabem exatamente o que querem partilhar com os seguidores, o que é interessante e isso ajuda-nos a emprestar mais criatividade aos conteúdos.”

Com a família prestes a chegar ao número seis — os pais, Vlad e Niki, têm mais um irmão de dois anos e outro a caminho —, Victoria admite que “nunca há tempo suficiente para tudo”. Obriga, portanto, a que agenda preenchida pelo canal seja rotinamente alterada.

“É importante saber quando é necessário fazer uma pausa, não sobrecarregar os dias. Durante o ano escolar, temos que nos certificar de que o Vlad e o Niki têm tempo para estudar”, nota. Também por isso precisam da “valiosa ajuda” de toda uma equipa criativa que fica encarregue de quase tudo. “Procuram as localizações, coordenam as gravações, produzem, gravam, editam, constroem os sets e arranjam os acessórios.”

Com tantos milhões a entrarem na conta, coloca-se a questão: será que os mais novos membros da família vão ter direito aos seus próprios canais? “Pode ser uma opção”, confirma a mãe.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT