Na cidade

17 sugestões para fazer este fim de semana em Lisboa — sem pagar nada

De museus gratuitos a festas para celebrar os Santos Populares. Vão ser dois dias cheios na capital.
Há muitas atividades.

Se Lisboa já costuma oferecer uma série de atividades gratuitas para fazer durante os fins de semana, os dias que se avizinham prometem dar azo a muitos mais planos. Desde logo porque no sábado se comemora o Dia Internacional dos Museus, celebrado tradicionalmente a 18 de maio desde 1997.

Como forma de assinalar a data que pretende reforçar os laços dos museus com a sociedade, há sempre uma série de espaços museológicos com entrada gratuita, bem como atividades culturais para todas os gostos e idades. Em Lisboa, o Museu Calouste Gulbenkian, o Museu da Carris e o Museu Bordalo Pinheiro são alguns dos exemplos que vão ter as portas abertas este fim de semana.

Um dos destaques no Museu Calouste Gulbenkian é mesmo a silent party, conduzida pelos Djs Minerva e Echo Sound, que vai acontecer no espaço a partir das 21 horas. Esta é, contudo, apenas uma das muitas atividades a decorrer no espaço. Ao longo de dois anos, haverá workshops de fotografia, urban sketching, oficinas criativas, concertos e performances.

No sábado também vai poder subir ao Miradouro das Amoreiras sem pagar nada e ver Lisboa de uma perspetiva diferente. A 174 metros de altura acima do nível do mar, o Amoreiras 360º Panoramic View é o local de eleição para portugueses e turistas terem acesso a uma vista ampla e desafogada, por um lado da beleza do rio Tejo e do outro o pulmão da cidade.

O fim de semana marca também o início de uma das melhores épocas do ano na capital: os Santos Populares. As sardinhas, os manjericos e os concertos chegaram ao Terrapleno de Santos esta quinta-feira, 15 de maio, e por lá ficam até 16 de julho, para celebrar o “Santos em Santos”.

Confira abaixo as sugestões gratuitas da NiT para este fim de semana em Lisboa.

Sábado, 18 de maio

Visita guiada ao Castelo de São Jorge

Através de uma visita orientada, com interpretação em língua gestual portuguesa, fala-se de vários séculos de história e percorrem-se várias áreas do monumento. A atividade arranca às 18 horas e vai ser uma verdadeira descoberta do castelo, que propõe descodificar os espaços, relacionando-os com as vivências de antigamente. Uma visita para celebrar o Dia Internacional dos Museus.

Rali Fotográfico

O Museu das Comunicações oferece um rali fotográfico, orientado através de pistas, pelos seus bairros circundantes. Os participantes vão poder conhecer os locais mais pitorescos dos bairros de S. Paulo e Santos e registar os momentos com os telemóveis ou câmaras fotográficas.

Oficinal “O Filme que Disney nunca fez”

Em coprodução com o Avenidas, o Lobby Teatro vai promover duas oficinas em que os jovens serão agentes ativos de criação. Estes workshops, que serão acompanhados pela sexóloga Vânia Beliz, vão permitir que os participantes intercedam diretamente no que será a próxima criação desta companhia, vendo os seus testemunhos espelhados no objeto artístico.

Miradouro das Amoreiras 

Para celebrar o Dia Internacional dos Museus, assinalado a 18 de maio, o Miradouro das Amoreiras vai oferecer entradas gratuitas para todos. O Amoreiras 360º Panoramic View é um miradouro no topo das emblemáticas Torres das Amoreiras. A 174 metros de altura acima do nível do mar, é o local de eleição para portugueses e turistas terem acesso a uma vista ampla e desafogada, por um lado da beleza do rio Tejo e do outro o pulmão da cidade.

Visita guiada “Mulheres em Alcântara”

No âmbito do projeto “Entre Pontes”, a Junta de Freguesia de Alcântara realiza visitas guiadas históricas todos os meses, pelas ruas e pontos de interesse da freguesia. Desta vez, aquela que será a terceira visita do evento, dará a conhecer as mulheres que fizeram história em Alcântara. Desde as freiras do Convento de Nossa Senhora da Quietação, retratando Condessa de Ega e Condessa de Sabugosa, às lavadeiras da Ribeira de Alcântara e às mulheres operárias, muito mais será relatado no feminino”.

Exposição “Acts of Transformation”

Desde o dia 10 de maio que a Underdogs tem patente a exposição “Acts of Transformation”, que junta dois artistas norte-americanos: Futura e Jason Revok. A mostra procura realçar corpos de trabalho que são divergentes e, ao mesmo tempo, complementares. Exploram a interação dinâmica entre o movimento, a paisagem urbana e a existência humana.

Museu Bordalo Pinheiro

No Dia Internacional dos Museus, o Museu Bordalo Pinheiro vai acolher três dias com Feira do Livro Ilustrado e de BD, conversas, exposições, atividades e muito mais programação para todos.

Museu da Carris

No dia 18 de maio, o Museu da Carris conta com uma programação especial para celebrar o Dia Internacional dos Museus, sob o tema dos 25 anos deste espaço. É neste dia que acontece a inauguração da nova exposição de fotografia de Américo Simas, “Cidade Invisível”.

Museu Calouste Gulbenkian

No fim de semana que se celebra o Dia Internacional dos Museus, a entrada no Calouste Gulbenkian é livre. Serão dois dias com visitas, workshops de fotografia, urban sketching, oficinas criativas, concertos e performances.

Exposição “Himmelblau”

Gabrielle Graessle, que expõe pela primeira vez em Portugal sob o tema Himmelblau, tem a intenção de continuar a promover um local de reflexão e interação com a arte contemporânea. A mostra está patente na Ainori Contemporary Art Gallery

Domingo, 19 de maio

Anjos70 Art & Flea Market

O “mercado mais alternativo” de Lisboa vai regressar para mais uma edição, desta vez no 8Marvila, A partir das 12 horas, vai encontrar mais de 80 bancas com propostas originais de marcas portuguesas, desde bjetos decorativos, peças de roupa, acessórios, antiguidades, propostas vintage, bem como criações contemporâneas e originais de artistas emergentes.

Feira de Santo António

Durante o fim de semana, o Museu de Lisboa ‒ Santo António vai receber uma feira para antecipar as tão esperadas festas de junho. A feira é dedicada à venda de artigos relacionados com Santo António para que os lisboetas possam organizar os festejos que se avizinham.

Festival “Jardins Abertos”

Até 26 de maio o festival Jardins Abertos dá a conhecer os vários espaços verdes da capital. Em todos os fins de semana de maio, jardins secretos, coleções raras, projetos comunitários, hortas, claustros e palácios revelam-se através de uma programação desenhada a pensar nos cinco sentidos. No dia 19, os jardins da Casa de Nossa Senhora da Vitória e do Atelier do Grilo vão ser alguns dos pontos de interesse a conhecer.

Espetáculo de dança “Na Substância do Tempo”

Nesta obra criada em conjunto por Vasco Wellenkamp e Miguel Ramalho, inspirado na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, os bailarinos foram incitados a espantarem-se e a deixarem que a sensação vivida no interior das suas condições ontológicas irradiasse imagens em movimento. O espetáculo acontece no Castelo de São Jorge.

Visita guiada ao bairro da Galinheira

Ao longo dos próximos meses (maio, junho, julho), o programa de visitas “O Meu Bairro a Pé” vai percorrer três freguesias de Lisboa: Santa Clara, Lumiar e Marvila. Para este domingo está marcado a visita ao bairro das Galinheiras, onde o rural e o urbano se misturam. O percurso é acompanhado por dança no Coreto do Largo, pela música de Joseph Miller e uma prova de degustação de comida tradicional africana.

Espetáculo Fonossíntese

A Estufa Fria vai receber o Fonossíntese, um projeto organizado pelos alunos do Laboratório de Música Mista José Luís Ferreira da Escola Superior de Música de Lisboa, que se foca na combinação de instrumentos acústicos com eletrónica, num diálogo ativo entre o som e a natureza em redor.

Santos em Santos

A vontade de festejar os Santos é tanta que é precisamente a zona de Santos que os traz mais cedo, numa espécie de aquecimento para as festas do mês de junho. As sardinhas, espetáculos e animações de todo o tipo chegaram esta quinta-feira, 16 de maio, ao Terrapleno, e por lá ficam até 16 de julho para celebrar o “Santos em Santos” A organização responsável é a Junta de Freguesia da Estrela que garante que “não faltarão manjericos, sardinhas, diversões, artesanato ou o bailarico ao fim de semana”, lê-se em comunicado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT