Na cidade

A BTL 2021 foi cancelada — mas vem aí outra bolsa de viagens cheia de oportunidades

Este ano não há BTL mas uma Bolsa de Viagens: mais pequena, focada nos portugueses e em Portugal e de entrada gratuita.
É aproveitar.

A BTL 2021 não se irá realizar. O anúncio foi feito esta segunda-feira, 3 de maio, pela Fundação AIP, enquanto entidade organizadora. Segundo a mesma, a nova data para a próxima Bolsa de Turismo de Lisboa já está até marcada: de 16 e 20 de março do próximo ano, 2022, na FIL.

Segundo um comunicado enviado à NiT, a AIP entendeu que a situação pandémica da Covid-19 a nível mundial determina ainda “fortes restrições na capacidade de mobilidade internacional”, o que condicionaria fortemente a presença dos visitantes profissionais e expositores internacionais.

Recorde-se que a BTL é o maior evento de viagens do País e recebe todos os anos milhares de visitantes e dezenas de expositores estrangeiros, que são considerados, por motivos óbvios, um dos pilares estruturais para o seu sucesso.

Por isso, foi decidido, depois de ouvir o Turismo de Portugal, as Entidades Regionais de Turismo e as Estruturas Associativas do Sector, adiar a BTL 2021, que estava prevista realizar-se de 12 a 16 de maio, para 2022.

Sai BTL, entra Bolsa de Viagens focada em Portugal

No entanto, a AIP decidiu não ficar parada mais um ano; e considerando a evolução ainda assim “favorável da situação pandémica em Portugal, cujo novo quadro legal de referência vem permitir novamente a realização deste tipo de eventos”, a fundação avançou com um evento especial, mais simples, com particular enfoque no mercado nacional e na sua oferta turística diversificada e de elevada qualidade.

Este evento será dirigido primordialmente ao consumidor português que, face às atuais circunstâncias de limitação de mobilidade internacional será seguramente um “cliente fundamental para potenciar rapidamente a retoma económica do sector do turismo em Portugal”.

Surge assim a Bolsa de Viagens powered by BTL: um evento especial, de entrada gratuita, destinada ao público final e onde é possível comprar férias e escapadinhas com foco no destino Portugal e nas regiões de norte a sul e ilhas. Pretende contribuir para o relançamento dos negócios no sector do turismo em Portugal, “com particular incidência nas economias locais e na criação e preservação de postos de trabalho associados a este sector”.

Com datas marcadas para os dias 4 a 6 de junho de 2021, esta Bolsa de Viagens quer ajudar a fomentar Portugal enquanto o destino para se viajar em 2021, incentivando o “fazer férias cá dentro” e, dessa forma, ajudar a relançar as regiões do país, e os negócios das empresas regionais do sector turístico, possibilitando a venda direta dos seus produtos e serviços.

Além disso, e consciente do difícil momento económico que atravessam a maioria das empresas deste sector, a Fundação AIP diz ter preparado para este evento um “modelo especial” que permitirá que as empresas possam participar num contexto de custos controlados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT