Na cidade

“Vibrante, romântica e exótica”: a maior revista de viagens do mundo rendeu-se à Madeira

Dos vinhos às paisagens, passando pelas tradições, a Madeira teve direito a tratamento especial.
Madeira em alta.

É, provavelmente, a mais famosa e prestigiada revista de viagens do mundo e há muito que tem prestado atenção a Portugal. Desta vez, a “Condé Nast Traveller” concentrou as suas atenções na Madeira e elaborou uma lista bem detalhada com o que de melhor há por descobrir na ilha portuguesa.

Em tempos de Covid-19, a Madeira tem conseguido chamar a atenção pelas melhores razões. O arquipélago tem conseguido manter os números da pandemia longe dos valores que o País sentiu, em particular no pico de janeiro. E ainda recentemente foi notícia na “CNN”, à conta de um projeto de trabalho remoto que tem levado cada vez mais pessoas à Madeira e a que a NiT deu destaque num anterior artigo.

A “Condé Nast Traveller”, no entanto, é especialista em viagens e o turismo continua a ser um dos maiores trunfos do arquipélago que o navegador Tristão Vaz descobriu no século XV. Numa lista em que destaca 10 pontos fortes da Madeira, a publicação recorda ainda figuras que a dada altura passaram pela Madeira, como Winston Churchill, Gregory Peck ou George Bernard Shaw.

Entre os elogios ao arquipélago alguns são obrigatórios e vão desde as paisagens e praias, sem esquecer Porto Santo. A “Condé Nast” destaca ainda a “rica tradição vinícola” e até a fruta fresca. O clima ameno, que costuma ser uma garantia na maior parte do ano, é outro elemento que é destacado.

A cultura e gastronomia da Madeira são também alvo de atenção, com a revista a realçar os passeios nos carros de cestos que se tornaram uma das delícias para os visitantes. “Vibrante”, “romântica”, exótica”, é um lugar “acolhedor” como poucos, escreve ainda a revista.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT