Na cidade

Afinal, George Clooney não vai comprar uma mansão na Comporta

A contestação da notícia terá sido dada a um meio norte-americano por um representante do ator.
O ator tem várias propriedades.

Afinal, George Clooney não estará a construir uma mega mansão nos “Hamptons de Portugal”, como chamam alguns meios norte-americanos à Comporta. As notícias da alegada propriedade chegaram aos EUA e um um representante do ator terá negado a informação ao “New York Post“.

“Não é verdade”, disse o representante do ator sobre a notícia, acrescentando que Clooney “não está”, na verdade, “a comprar nenhuma propriedade.”

A contestação surge após relatos locais e internacionais de que o ator estaria a adquirir um terreno no Costa Terra Golf & Ocean Club, propriedade da Discovery Land Company, na aldeia de Melides, a sul da Comporta.

Segundo lembra o “Post”, o empreendimento pertence a um dos ex- parceiros do negócio de tequila de Clooney, Mike Meldman.

Já quando a notícia da alegada compra chegou a Portugal, por meio do “Eco”, se explicava a ligação entre George e Mike Meldman: começou em 2013, ano em que fundaram a empresa de tequilha Casamigos em conjunto com Rande Gerber. Este projeto terminou cinco anos depois, quando foi vendido por cerca de 852 milhões de euros a uma empresa britânica.

Meldman lidera agora a Discovery Land Company, que anteriormente era da família Queiroz Pereira, atuais proprietários da Semapa, e até ao final de 2008 pertenceu ao empresário suíço Andreas Reinhart.

A Costa Terra Golf & Ocean Club tem uma área de 200 hectares, que deverão ser preenchidos com cerca de 150 moradias, 29 residências, um centro de saúde e bem-estar e um amplo campo de golfe. Segundo fora então noticiado no início de agosto, George Clooney iria comprar precisamente um destes lotes destinados às moradias, cuja construção seria personalizada pelo ator e pela mulher Amal Alamuddin; e o casal teria até viagem marcada para a Comporta para avançar com tudo, neste mês de setembro.

O resort altamente exclusivo só deve ficar concluído em 2022. Porém, já tem várias infraestruturas finalizadas, como é o caso das estradas e dos materiais para circulação da água, entre outros pormenores.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT