Na cidade

Ana Bacalhau, Luís Trigacheiro e Iris atuam na feira de Odemira

A FACECO regressa ao Alentejo a 19 de julho, para uma das maiores edições de sempre. Todos os caminhos vão dar a São Teotónio.
São três dias de festa.

Uma das maiores festas do ano no Alentejo está prestes a arrancar. Este ano, a FACECO – Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira acontece de 19 a 21 de julho, no Parque de Feiras e Exposições de São Teotónio.

A organização promete uma das melhores edições de sempre, com dezenas de ativações concentradas num amplo espaço, com vários pavilhões de exposição. Na zona dedicada ao artesanato, vai encontrar bancas e stands com as tradicionais técnicas e ofícios, até às abordagens mais contemporâneas nas artes da tecelagem, olaria ou joalharia. Tudo misturado num ambiente perfeito de idades e culturas.

Outro dos grandes destaques da FACECO é o cartaz musical. Além do Cante Alentejano — pois, claro —, vai haver concertos de Ana Bacalhau (19 de julho), Luís Trigacheiro (20 de julho) e Iris (21 de julho). Antes ou depois de ouvir a música, não perca a oportunidade de participar nos concursos regionais de mel e medronho, duas iguarias locais que vale a pena explorar.

O evento foi especialmente pensado para famílias, sobretudo nesta época de férias, em que costumam invadir o concelho. Por isso mesmo, o recinto inclui um espaço kids júnior, onde os miúdos poderão brincar, desenhar e participar em jogos que estimulam a imaginação. Também será uma boa oportunidade para afastá-los dos ecrãs com uma proposta original: aproveitar a animação de rua, assistir aos concursos de gado e interagir diretamente com os animais.

“A FACECO é uma oportunidade de excelência para a promoção daquilo que melhor se faz no concelho de Odemira. Além dos expositores, os concursos de pecuária, de produtos e projetos locais, os espaços lúdicos para os mais jovens e a animação em todo o recinto, desde a abertura de portas até ao fim da noite, garantem ao certame um caráter único, capaz de atrair milhares de pessoas anualmente”, explica Hélder Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Odemira.

O recinto abre ao público às 13 horas de sexta-feira, dia 19; e às 11 horas de sábado e domingo. Nos dois primeiros dias, os pavilhões de exposição encerram à 1 hora, mas a festa continua no recinto. No domingo, as portas vão fechar à meia-noite.

Áudio deste artigo

Este artigo foi escrito em parceria com a CM Odemira.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT