Na cidade

António Costa aponta para “libertação total da sociedade” no final do verão

Ao atingir a imunidade de grupo, o governante explica que se chega a "um momento importantíssimo para a confiança e libertação total".
Um Freedom Day à portuguesa.

O primeiro-ministro português afirmou esta terça-feira, 20 de julho, que Portugal poderá atingir no final do verão a imunidade de grupo, o que será “um momento importantíssimo para a confiança e libertação total da sociedade”.

Segundo a agência Lusa, citada pela TVI, na cerimónia de assinatura de quatro contratos fiscais de investimento, António Costa enfatizou a importância da vacinação. 

“Significa que, neste momento, em que com a aceleração do processo de vacinação podemos olhar para o final deste verão como podendo atingir esse momento importantíssimo para a confiança e libertação total da sociedade que é a imunidade de grupo, nós temos já em execução um conjunto de investimentos que assegurarão o crescimento sustentado da economia portuguesa, a manutenção de postos de trabalho e a criação de mais e melhores postos de trabalho no futuro, essenciais para absorver o desemprego criado pela crise”, destacou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT