Na cidade

Arraial Lisboa Pride e outras sugestões à borla para fazer este fim de semana

As festas dos Santos Populares ainda não terminaram. Há muita música e cerveja para aproveitar nos próximos dias em Lisboa.
As festas continuam.

A noite de Santo António já lá vai, mas as festas continuam um pouco por toda a capital. Até ao final de junho, ainda há muitos concertos para ouvir, cervejas para beber e sardinhas para comer. 

Um dos últimos eventos integrados na programação das Festas de Lisboa é o Arraial Lisboa Pride, a maior festa comunitária e associativa LGBTI+ em Portugal. O colorida eventos stá de volta ao Terreiro do Paço com várias atividades direcionadas a pessoas de todas as idades: vai juntar associações de Direitos Humanos, fomentar o comércio local através da presença de food trucks e bares emblemáticos da cidade; e promover a visibilidade de artistas e pessoas artesãs queer e aliadas.

Quanto aos momentos musicais, o cartaz desta edição terá as atuações de VertGum, Bejaflor, MC Falcona, Sapatrux e DJ Caring. A primeira edição aconteceu em 1997, no Jardim do Príncipe Real, numa altura em que o ativismo LGBTQ+ começou a ganhar força. “Desde aí, tem sido um momento determinante de celebração das nossas identidades, de expressão dos nossos afetos e de ocupação dos espaços que têm de ser também nossos, mas que tantas vezes e em tantos cenários nos são negados”, explica a ILGA Portugal, a mais antiga associação dos direitos das pessoas LGBTQIA+ no País.

O espírito dos Santos Populares continua um pouco por toda cidade, como no Arraial NiT, que vai contar com um concerto do Miguel Bravo este sábado, 22 de junho. Outro destaque é o Grande Arraial de Benfica, que regressou à Alameda Padre Álvaro Proença esta quinta-feira, 20 de junho, e vai durar até domingo.

No local vão estar três palcos, onde vão decorrer os concertos e espetáculos. Nesta décima edição haverá ainda marchas, atuações de tunas académicas e, claro, bancas com petiscos e copos. Não vão faltar os bailaricos pela noite dentro, sardinhas na brasa, bifanas e manjericos. 

No sábado há também uma série de visitas guiadas que pode aproveitar para fazer em família no primeiro fim de semana de verão. Entre as sugestões há passeios para conhecer a história das mulheres que fizeram história em Alcântara, uma visita noturna, em noite de Lua Cheia, ao Parque de Monsanto, ou uma visita, também à noite, ao Cemitério do Alto de S. João — e tudo isto gratuito.

Confira abaixo as sugestões gratuitas da NiT para este fim de semana.

Sábado, 22 de junho

Visita guiada “Mulheres em Alcântara”
No âmbito do projeto “Entre Pontes”, a Junta de Freguesia de Alcântara realiza visitas guiadas históricas todos os meses, pelas ruas e pontos de interesse da freguesia. Desta vez, é a continuação da visita do mês passado, onde darão a conhecer as mulheres que fizeram história em Alcântara, como D. Maria II e D. Estefânia, mas também as Bruxas da Pampulha e da Triste Feia. As fadistas Cesária e Amália Rodrigues, que viveram em Alcântara, assim como a escritora Fernanda Castro, são outras das protagonistas do evento, que começa às 10 horas, na Estação Alcântara-Terra.

Visita guiada ao Parque de Monsanto
Em noite de Lua Cheia (ou Lua Vermelha) faz-se visitas guiadas noturnas ao Parque de Monsanto. A partir das 19h30, a visita permite apreciar o pôr do sol, a subida da lua, bem como a fauna noturna e perceber as diferenças em relação ao dia.

Arraial Lisboa Pride
O maior evento comunitário e associativo LGBTI+ em Portugal está de volta ao Terreiro do Paço. A mais participada e colorida festa de Lisboa vai contar com atividades direcionadas para famílias e pessoas de todas as idades, vai juntar várias associações de Direitos Humanos e fomentar o comércio local através da presença de food trucks e bares emblemáticos da cidade, promovendo também a visibilidade de artistas e pessoas artesãs queer e aliadas. O cartaz desta edição terá as atuações de VertGum, Bejaflor, MC Falcona, Sapatrux e DJ Caring.

Visita guiada ao Cemitério do Alto de S. João
Desde o início de junho que a Direção Municipal de Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia, da Câmara Municipal de Lisboa, está a organizar várias visitadas orientadas aos Cemitérios de Lisboa. A última acontece na noite deste sábado, a partir das 20 horas, e será uma visita guiada para conhecer o cemitério do Alto de S. João, desde a arquitetura funerária, às esculturas e aos vitrais, incluindo uma visita ao icónico Jazigo Valmor.

Exibição do filme “Pompeia, Cidade do Pecado”
O Museu de Lisboa – Teatro Romano vai exibir, às 20 horas, um documentário sobre um dos lugares arqueológicos mais famosos e misteriosos do mundo, apresentado por Isabella Rossellini. O realizador, Pappi Corsicato, propõe uma visão ampla da vida de Pompeia, desde o seu quotidiano até à erupção do vulcão Vesúvio, apresentando uma cidade inspiradora que, ao longo da história, influenciou a cultura e a arte. 

A projeção do filme, no sítio arqueológico do teatro romano, é seguida de uma degustação de vinhos, em homenagem ao deus romano Baco, tendo por cenário uma vista privilegiada de Lisboa e do Tejo, a partir do terraço do Museu de Lisboa – Teatro Romano.

Grande Arraial das Avenidas Novas
É o último dia para aproveitar o Grande Arraial das Avenidas Novas, que andam a animar o Campo Pequeno desde 7 de junho. Este ano, o cartaz esteve recheado de nomes conhecidos da música popular portuguesa (e não só). O arraial termina com um concerto dos Irmãos Verdades.

Concertos em Família
Estes concertos e visitas ao órgão na Igreja de Nossa Senhora da Pena têm como objetivo contar uma história para ambos – crianças e adultos – de uma maneira interativa. Estes eventos incluem uma história, uma visita guiada, uma visita ao órgão, um pouco de música e algumas experiências sensoriais com o órgão de tubos.

Arraial NiT
A primeira edição do Arraial NiT decorre no Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia (CCPSE) até 29 de junho, com música todos os dias, de concertos ao vivo a atuações de DJ. Para a noite de sábado, o convidado escolhido para cabeça de cartaz foi Miguel Bravo. Trata-se de um dos novos artistas sensação do País, que se tornou especialmente popular em 2021, quando participou no programa “Got Talent Portugal”.

Arraial da Misericórdia
É a festa com uma das melhores vistas da cidade. Situada no Miradouro de São Pedro de Alcântara, o Arraial da Misericórdia só termina no dia 30 de junho. A animação será eclética e diversificada, da música popular ao tradicional fado, e não vão faltar os petiscos típicos destas festividades, como as sardinhas assadas, as bifanas, as farturas ou os churros. Este domingo, é Nucha e Clemente quem vai animar a festa.

Domingo, 23 de junho

Mercado das Marchas Populares
A Praça D. Pedro IV, em Lisboa, é palco da primeira edição do Mercado das Marchas Populares. A iniciativa, criada pela Associação de Dinamização da Baixa Pombalina (ADBP), vai contar com vários espetáculos de fado e animação gratuitos, bem como propostas que vão desde a gastronomia típica portuguesa aos mais de 60 expositores de artesanato.

O ponto alto da primeira edição do Mercado das Marchas Populares é a atuação de cinco duplas de fadistas de renome: António Pinto Basto e Teresa Tapadas; Eduardo Almeida e Carolina Gomes; Pedro Galveias e Ana Marta; João Chora e Sara Paixão; Fernando Jorge e Cátia Miranda. Os fadistas vão interpretar músicas tradicionais das marchas populares nos dias 21, 22, 27, 28 e 29 de junho, respetivamente, às 21 horas.

Jardim de Verão
A Fundação Calouste Gulbenkian volta a receber mais uma edição do Jardim de Verão, um evento que celebra os sons e os rimos de várias culturas. Além de música, apresenta histórias e testemunhos que se expressam através de imagens e palavras. Haverá ainda um ciclo de conversas e outro de cinema. Jéssica Pina, Indi Mateta e Japa System vão dar concertos este domingo.

Teatro “Sombras Andantes”
O espetáculo de André Murraças, “Sombras Andantes”, será apresentado no Museu do Aljube ‒ Resistência e Liberdade. Aborda a relação do Estado Novo com os homossexuais, que esteve inserido na programação paralela da exposição temporária “Adeus Pátria e Família! e que agora é reposto no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. 

Espetáculo de dança “Vastidão”
O espetáculo “Vastidão”, que se vai realizar na Praça CCB às 19h30, junta 15 bailarinos que criam uma interação dinâmica entre aproximações e distâncias, adições e subtrações, controle e fluxo. A performance utiliza o espaço de convivência entre performers e público como um campo de ação interativa, misturando empatia, atenção, sensação e lucidez. 

Grande Arraial de Benfica
O Grande Arraial de Benfica este ano regressou à Alameda Padre Álvaro Proença esta quinta-feira, 20 de junho, e vai durar até domingo. No local vão estar três palcos, onde vão decorrer os concertos e espetáculos. Nesta décima edição haverá ainda marchas, atuações de tunas académicas e, claro, bancas com petiscos e copos. Não vão faltar os bailaricos pela noite dentro, sardinhas na brasa, bifanas e manjericos. 

A despedida do arraial faz-se no domingo, com a Corrida Bairro Benfica marcada para as 10 horas. Há ainda espetáculos comandados pelo  Grupo Cabo-verdiano de Benfica, o Grupo de Danças e Cantares do Minho e o Pagode in Paradise. Por fim, Quim Barreiros (às 20h15) e os GNR (às 22h15) terminam a festa.

Santos em Santos
As sardinhas, espetáculos e animações de todo o tipo já estão no Terrapleno de Santos desde 16 de maio. A organização responsável, a Junta de Freguesia da Estrela, garante que “não faltarão manjericos, sardinhas, diversões, artesanato ou o bailarico ao fim de semana”.

Exposição “Com Tradição e Sabotagem”
Hugo Makarov ilustra o Bairro de Alvalade, salientando variadas personagens alvo da sua curiosidade: punks, senhoras da Avenida de Roma na hora do chá ou o paciente do hospital psiquiátrico que passeia nas ruas. As peças de grande formato e outras de menor dimensão são realizadas com técnica mista de desenho analógico e pintura digital, com posteriores retoques e detalhes de tinta, misturando o desenho compulsivo e diário nos seus sketchbooks com materiais diversos, colagem e ainda o recurso à tecnologia da pintura digital. A exposição está patente no Coruchéus – Um Teatro em Cada Bairro.

Exposição “Darwin’s Paradox”
Inspirada pelo legado único do naturalista Charles Darwin e as suas inestimáveis contribuições para a biologia evolutiva, Jacqueline de Montaigne mergulha na paixão e fascínio partilhado pela biologia. Através da sua abordagem artística contemporânea, “Darwin’s Paradox” materializa-se numa coleção de mais de 50 obras de arte originais, que incluem telas de grande formato, aguarelas adornadas com folha de ouro de 24k, já tradicionais no corpo de obra da artista, uma coleção única de notas antigas pintadas e ainda uma coleção de caixas de entomologia repletas de borboletas. A exposição está patente na Because Art Matters

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT