Na cidade

As tampas de esgoto de Lisboa estão mais bonitas e artísticas

A iniciativa "Há Art no Esgoto" celebra o Dia Mundial do Saneamento e mudou 36 proteções do saneamento básico.

Passam despercebidas mas desempenham um papel importante no saneamento das cidades e na qualidade de vida urbana. Falamos das tampas do esgoto, que cobrem um enorme mundo subterrâneo de canalizações e canais. Esta sexta-feira, 19 de novembro, estas proteções começaram a mudar, a propósito do Dia Mundial do Saneamento.

A iniciativa “Há Art no Esgoto” mudará o aspeto de 36 tampas de esgoto de locais emblemáticos de Lisboa, transformando-as em autênticas obras de arte para mostra aos lisboetas e turistas a importância da água, nas suas diversas vertentes, como é o caso dos sistemas de saneamento. O design dos novos tampões é da autoria do artista plástico Gilberto Gaspar.

Parque das Nações, Torre de Belém, Terreiro do Paço, Mosteiro dos Jerónimos, Padrão dos Descobrimentos, Ponte 25 de Abril, Sé, Castelo de São Jorge, Rossio, Restauradores, Marquês de Pombal e Campo Pequeno são os locais onde as novas tampas do esgoto poderão ser encontradas.

O chão do Terreiro do Paço está diferente.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT