Na cidade

As viagens no comboio histórico do Douro arrancam em junho (e os bilhetes vão esgotar)

A viagem leva-o por paisagens deslumbrantes e estações cheias de histórias. Também não faltará entretenimento a bordo.
As viagens são feitas entre Régua e Tua.

O icónico comboio histórico regressa à linha do Douro a 4 de junho e, até 29 de outubro, estão programadas 37 viagens entre as estações do Peso da Régua e do Tua. As viagens decorrerão todos os sábados. Contudo, entre 3 de julho e 9 de outubro também poderá embarcar ao domingo.

O comboio a vapor é constituído por cinco carruagens de madeira vindas diretamente do século XX, levando-o assim numa viagem pelo tempo e, claro, num percurso pela margem do rio Douro. A locomotiva consegue transportar 254 passageiros.

A bordo entretenimento não faltará. Quando chegar à estação do Peso da Régua será recebido por animação musical e ser-lhe-á oferecido um cálice com vinho do Porto, águas e rebuçados da Régua. Pelas 15h28 embarcará novamente e durante o percurso vai poder assistir a mais momentos de animação, com cantares e danças regionais, para que possa mergulhar na cultura secular da região.

Ao desembarcar em Pinhão, a única paragem intermediária da viagem, poderá observar os magníficos e coloridos azulejos da estação onde são retratadas as paisagens e quotidiano tradicional dos habitantes locais. Ali, encontrará imagens da produção do vinho do Porto, das vindimas e do transporte de vinho em barcos. Também será a altura ideal para descobrir como é feito o abastecimento de água no comboio a vapor.

Na estação do Tua é recomendado que aproveite o tempo para relaxar enquanto admira a paisagem e visita o Centro Interpretativo do Vale do Tua. Todos os passageiros do comboio têm direito a descontos no bilhete. No espaço museológico ficará a conhecer melhor a história da região. Pelas 18h26 já estará de volta a Peso da Régua.

De acordo com a CP, citada pela “Lusa” e “Dinheiro Vivo”, na campanha de 2021, que decorreu entre 5 de junho e 30 de outubro, viajaram cerca de 7.800 passageiros. Mesmo em tempo de pandemia, 96 por cento da lotação foi ocupada.

Além disso, 90 por cento dos viajantes eram portugueses, e não houve destaque para nenhuma faixa etária. Na verdade, a “procura atingiu níveis superiores aos registados em anos anteriores.” Em 2019, por exemplo, o histórico comboio transportou 5.420 passageiros.

O bilhete para um adulto custa 45€, e os miúdos dos 4 aos 12 anos pagam 22,50€. Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheteiras físicas ou online da CP.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT