Na cidade

Atenção: as ligações fluvais da Transtejo vão estar interrompidas esta quinta-feira

As ligações de Cacilhas, Montijo, Seixal e Trafaria vão estar constrangidas durante a parte da tarde. A saga continua.
Há supressões no serviço.

Nos últimos meses a vida tem sido mais difícil para quem precisa de fazer diariamente a travessia entre as duas margens do Tejo. As greves têm-se tornado rotina e os constrangimentos são sentidos quase semanalmente. Os trabalhadores da Transtejo, que reivindicam uma valorização salarial e a contratação de mais profissionais, vão voltar a fazer um plenário geral esta quinta-feira, 22 de setembro.

Neste dia, as viagens de barco entre Cacilhas e o Cais do Sodré vão ser interrompidas entre as 14h20 e as 17h55. Já no Montijo, a supressão das ligações está marcada para as 13h30 e mantém-se até às 18 horas, enquanto na travessia fluvial entre o Seixal e o Cais do Sodré a interrupção será entre as 13h e as 17h55.

Na ligação entre a Trafaria, Porto Brandão e Belém, a empresa prevê que não seja feita a carreira regular entre as 13 horas e as 18h30.

Segundo o aviso deixado no site da empresa, em causa está “uma greve parcial e greve ao trabalho suplementar, convocadas por organizações sindicais representativas dos trabalhadores da Transtejo”. O plenário foi convocado pela Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) e decorrerá entre as 14h30 e as 17h30, no terminal fluvial do Cais do Sodré, para abordar a falta de respostas da administração da empresa e do Governo às suas reivindicações.

Durante a reunião dos trabalhadores os terminais estarão encerrados, por motivos de segurança, e a Transtejo adianta que a realização, ou não,de carreiras está dependente da adesões à mesma. É, então, recomendado que consulte o site para ter acesso, em tempo real, à informação relativa ao estado das ligações fluviais entre Lisboa e a Margem Sul.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT