Na cidade

Atenção: ainda há 50 concelhos em risco máximo de incêndio

Existe também mais de uma centena de municípios em risco muito elevado.
Todo o território nacional está em alerta.

Esta terça-feira, 28 de julho, prevê-se uma ligeira descida da temperaturas, mas nem isso elimina os alertas para o risco de incêndio. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) foi obrigado a colocar 50 concelhos em risco máximo.

Estes municípios pertencem aos distritos de Bragança, Guarda, Viseu, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro. Já em risco muito elevado de incêndio estão mais de uma centena de concelhos nos mesmos distritos, aos quais se juntam os de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Setúbal e Beja.

O restante território nacional encontra-se no nível elevado, sendo que os alertas se mantêm, pelo menos, até às 23h59 desta terça-feira.

Para minimizar a ocorrência de fogos, a Proteção Civil está a implementar várias medidas, como a proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem.

Em Sintra, por exemplo, tal como a NiT noticiou, a Câmara Municipal decidiu proibir a circulação no perímetro da Serra. A situação será avaliada a cada 12 horas, podendo esta interdição ser agravada ou não, tendo em conta as condições registadas. A interdição ao trânsito está em vigor até ao final do dia.

Para esta terça-feira, previsões do IPMA são de máximas entre os 22 (Aveiro) e os 37 graus (Castelo Branco). Já as temperaturas mínimas vão estar entre os 15 (Guarda, Aveiro e Coimbra) e os 21 graus (Faro).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT